Vereador cobra infraestrutura para que Capital receba duplicação da BR-101

O vereador Tavinho Santos (PTB), líder do prefeito Ricardo Coutinho (PSB) na Câmara Municipal de João Pessoa, fez um alerta para que a cidade de João Pessoa comece a se preparar para poder receber as obras de duplicação da BR-101. Ele lamentou que os acessos à Capital pela rodovia federal, como o que liga o Viaduto de Oitizeiro à Avenida Cruz das Armas e o Acesso Oeste, ainda não tem nenhuma obra em execução para receber o grande número de veículos (pequenos e de grande porte) que surgirá com a duplicação.

Segundo ele, isso é muito ruim porque, sem essas obras e um planejamento prévio para, por exemplo, alargar a Avenida Cruz das Armas, a conclusão da duplicação da BR-101 vai gerar transtorno e causar grandes congestionamentos naquela área. Tavinho informou que já existem recursos da ordem de R$ 5,5 milhões no Ministério dos Transportes para que o Dnit invista na infraestrutura desse trecho da cidade, preparando-o para receber a duplicação.

“A Avenida Cruz das Armas está inserida no Plano Nacional de Viação como uma via estadual. Portanto, as obras terão que ser liberadas pelo Dnit e o governo do estado para a prefeitura”, disse. O parlamentar lamentou ainda a paralisação das obras de um trecho que liga o Viaduto de Oitizeiro à BR-230 e a interdição também do corredor do Acesso-Oeste por conta das chuvas que caíram nos últimos meses. “São serviços de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), que precisam ser reparados o mais rápido possível, para também não prejudicar o andamento da duplicação”, observou.

Tavinho defende que seja firmada, com urgência, uma parceria entre a prefeitura e o governo do estado para que as obras na Avenida Cruz das Armas e em outros trechos que serão interligados à duplicação tenham início o mais breve possível. “Esperamos que o Dnit possa superar essas questões burocráticas e até políticas e dinheiro seja liberado para o início das obras. Com a duplicação, João Pessoa vai ser beneficiada com uma melhor infraestrutura viária e de transporte”, comentou.

O vereador ressaltou que a falta de obras de infraestrutura nos trechos que vão receber a duplicação da BR-101 vai dificultar o escoamento da produção e, na alta estação, o turismo rodoviário.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.