Vereador Bira recebe garantia da realização do Fenart este ano

O presidente da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Maurício Burity, recebeu hoje de manhã o vereador de João Pessoa, Ubiratan Pereira (PSB), Bira, e garantiu a realização do Festival Nacional de Artes (Fenart) ainda este ano na Capital e em outros municípios do Estado. O vereador havia solicitado a audiência no último doa 16 de junho após ser procurado por vários artistas e produtores culturais preocupados com o impasse em relação a não realização do festival este ano.

De acordo com Maurício Burity o próximo Fenart será realizado este ano no Espaço Cultural, mas também em outros municípios do Estado. “É pertinente a preocupação dos artistas e dos representantes públicos em relação as datas de realização do Fenart. Esse festival de artes é o maior do Estado e daremos prosseguimento de forma regionalizada na atual gestão”, explicou Maurício.

Durante o encontro, Maurício Burity informou que a Funesc e outras secretarias estão criando um Plano de Cultura no qual está inserido o Fenart. “Mas devido a fatores financeiros e dos problemas de infra-estrutura do Espaço Cultural ainda não é possível anunciar a data de sua realização”, ponderou.  

Bira fez uma avaliação positiva da audiência por receber de forma oficial do próprio Maurício Burity a informação de que o festival será realizado este ano dentro de um novo formato e de forma mais descentralizada. Ele solicitou manter posteriormente outro contato com Maurício Burity para que ele possa apresentar o projeto de forma mais aprofundada.

Para o vereador é importante que a Funesc também envolva o movimento cultural para que seus atores possam se pronunciar e formular idéias para o Fenart. “Desde o início do mês de junho havíamos dado a proposta de descentralizar a realização do festival para outros espaços diante dos problemas estruturais do Espaço Cultural. Temos em João Pessoa equipamentos culturais para abrigar o Fenart que precisa continuar representando os mais diversos segmentos artísticos com oficinas, debates,  apresentações teatrais, musicais, cinema e literatura. É preciso realizar o festival este ano com qualidade para não prejudicar a imagem do evento. A estadualização é importante desde que não fragmente a programação do festival, nem tire sua qualidade”, concluiu Bira.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.