Vereador acusa Maranhão de ser desumano com população de Bayeux

O vereador do PSB e pré-candidato a deputado estadual, José Eraldo, mais conhecido como Lico, deu fortes declarações sobre o governo municipal e estadual com relação às ações e obras que a cidade de Bayeux necessita.
 
Lico, que se destaca por dizer geralmente o que pensa, não poupou críticas ao governo José Maranhão e disparou contra a forma do governador tratar o município. Segundo o parlamentar “a população de Bayeux é tratada de uma forma desumana pelo governo José Maranhão” e desafia a qualquer pessoa a mostrar uma rua que tenha recebido uma pedra de calçamento do Governo do Estado.
 
O parlamentar também destacou a “picuinha política” como um dos grandes obstáculos para o desenvolvimento da cidade. Lico disse que Maranhão não leva obras para Bayeux para não desagradar facções políticas, fazendo referência ao prefeito Jota Júnior e o deputado estadual Expedito Pereira, ambos do PMDB e aliados do Governador, mas que travam uma grande briga política.
 
Este ano o deputado, o prefeito e os vereadores estiveram em audiências com José Maranhão solicitando ações para a cidade, a exemplo da Delegacia da Mulher, Binário da Liberdade, Hospital, Casa da Cidadania e várias outras obras que até agora não chegaram.
 
Lico pede para acabar a falta de compromisso dos governos municipal, estadual e federal e conclama a união de todos em prol da cidade. Em relação ao Binário da Avenida Liberdade, o vereador é enfático ao dizer que não acredita na realização da obra nem por parte do governo municipal nem estadual. “Isso é mais uma promessa eleitoreira que sempre teve no passado” afirmou o vereador.
 
O vereador acredita que com a verba que o governo vem gastando em mídia, daria para duplicar duas ou três Avenidas Liberdade. “Teria muito mais proveito do que estar na mídia”, alfinetou o pré-candidato a deputado estadual do PSB de Bayeux.

 

Bayeux em Foco
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.