Veneziano Vital lamenta morte do locutor esportivo Joselito Lucena

O falecimento do radialista Joselito Pereira de Lucena nesta sexta-feira, 4, foi lamentada pelo prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, que considerava “Zelito” a “voz de ouro da radiofonia esportiva paraibana”. Conforme destacou o prefeito, o atual diretor do Departamento Esportivo da Rádio Caturité era um profissional consagrado na Paraíba e em todo o país graças ao seu estilo inconfundível de transmitir com emoção os maiores jogos de repercussão regional e nacional.

“Acompanho, desde a minha infância, o trabalho de Joselito. Com ele, tive a oportunidade de vibrar com a narração de partidos memoráveis de Campinense e Treze Futebol Clube. Também devo registrar que ele foi o narrador de partidas da própria seleção brasileira de futebol, prestando um serviço de informação a nossa região e ao país”, comentou.

De acordo com Veneziano, o radialista, que era natural da Bahia, teve o seu talento em vida reconhecido por todos os campinenses, pois, no final da década de 1970 recebeu o Titulo de Cidadania, outorgado em concorrida solenidade realizada pela Câmara Municipal de Campina Grande. Naquela época, ele integrada os quadros da antiga Rádio Borborema, hoje Rádio Clube AM.

Para o prefeito, o nome de Joselito Lucena ainda deve estar na mente de todos os desportistas de Campina Grande em relação às grandes lutas que ele apoiou em prol do futebol serrano, a exemplo da construção de um estádio de grande porte na cidade, que possibilitou o ingresso de Treze e Campinense nos campeonatos nacionais de futebol a partir de 1975.

Por fim, Veneziano destacou que o radialista deixa uma família integrada por pessoas talentosas e que seguiram os seus passos no mundo da comunicação, a exemplo do também locutor esportivo Rostand Silva Lucena, atual presidente do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e região.

“É em função desta trajetória vitoriosa, que haveremos sempre de lembrar o quanto ele foi importante para o nosso rádio e até mesmo, de forma particular, para a minha própria família, pois sempre manteve com o meu saudoso pai, Vital do Rêgo, os melhores laços de estima, respeito e amizade. A sua voz, a sua vibração e seus gritos de gol ecoarão eternamente e emocionarão aqueles que amam ou acompanham o mais popular dos esportes, o futebol”, finalizou.

O radialista Joselito Pereira de Lucena, de 75 anos, estava acometido de um câncer no pulmão. O velório acontece na mortuária A Viagem, no bairro do São José, e o sepultamento será neste sábado (5), às 10h, no Campo Santo Parque da Paz.

O “Mestre da Narração Radiofônica Esportiva” era baiano da cidade de Jacobina e estava radicado em Campina Grande há 50 anos. Comandava há alguns anos a equipe esportiva da Rádio Caturité e uma das suas últimas produções radiofônicas era um programa apresentado sempre aos domingos, à noite, totalmente dedicado a “reminiscências esportivas”, resgatando o seu rico arquivo das narrações de gols que marcaram a história do futebol da Paraíba nos últimos 50 anos.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.