Veneziano Vital critica reajuste a servidores do Estado

O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), comentou hoje o anúncio feito pelo governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), da concessão de reajustes para o funcionalismo público a partir de 1º de janeiro de 2012. Em entrevista concedida na Rádio Arapuan FM, o gestor campinense foi indagado por um ouvinte sobre o assunto e não se fez de rogado:

– Não vou fazer o mesmo porque nossa política é a de concessão de aumentos reais. Achei preocupante o anúncio de 3% quando a inflação deve ser de 6%. Há perdas salarais aos servidores. Eu faria diferente se fosse o governador. Quando assumi a Prefeitura de Campina Grande, achei R$ 300 milhões de débitos e não fiz choradeira de me reportar aos meus antecessores, embora pudesse porque encontrei o município quebrado, mas mesmo assim, garanti reajuste com ganhos reais, de 42% acima da inflação. Se um servidor tem ganhos e vantagens e eu as retiro todas para no próximo ano repor, de outra forma, não há ganho algum. Ele retirou ganhos dos defensores, quinquênios de diversas categorias… ele está minimizando um mal que impôs aos servidores durante o primeiro ano. Todos os servidores, desde o PM que deixou de ter a aplicação da PEC, os agentes penitenciários, os defensores… eu defendi a PEC. Se os termos fossem contestados, o Governo deveria conversar e ver um outro instrumento.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.