Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Veneziano defende integralização dos municípios Paraibanos

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O prefeito de Campina Grande Veneziano Vital do Rego defendeu na tarde desta sexta-feira (26) uma integralização dos municípios paraibanos, como forma de promover uma maior igualdade entre as cidades. Foi durante uma concorrida entrevista coletiva concedida à imprensa do sertão na sede da OAB de Sousa, ao ser questionado sobre modelos administrativos e idéias adotadas por determinadas cidades que podem ser aproveitadas por outros municípios.

Segundo Veneziano, “não se pode, hoje, dizer que iniciativas isoladas, tomadas por determinadas administrações, devem ser postas como as melhores, as únicas, ou que os gestores que as põem em prática são os criadores”. Para ele, os gestores “tem que se apresentar com a humildade de reconhecer que outras cidades de menor porte, mesmo com repasses reduzidos de recursos federais, podem desenvolver sugestões exitosas”.

Durante a coletiva, que durou pouco mais de 2h30 minutos e teve transmissão ao vivo por parte de emissoras de Sousa e região, Veneziano manifestou o desejo de fazer com que este debate seja posto, entendendo a Paraíba como 223 municípios que precisam ser integrados. “Temos que aproximar alguns poucos municípios que tem tudo de outros tantos que não tem nada”.

Veneziano afirmou que as experiências administrativas de Campina poderão ser expostas quando ele for convidado para este fim. “Mas digo que estas experiências não são únicas nem as mais exitosas do mundo. O que eu sempre falo é que as experiências exitosas não estão apenas em Campina Grande ou em João Pessoa, por exemplo”.

Ele citou vários exemplos de iniciativas que vêm tendo resultados positivos, mas que não são novidades, como o Orçamento Participativo e ações de fomento aos pequenos empreendedores. “O Orçamento Participativo existe há anos, não surgiu em Campina Grande nem em João Pessoa. Iniciativas de fomento ao pequeno empreendedor não são de hoje. Os bancos de fomento não são iniciativa isolada de Campina ou da capital, em absoluto, mesmo sabendo que, em nossa administração, todas estas iniciativas foram aprimoradas, beneficiando um número ainda maior de pessoas”.

Ele defendeu que iniciativas exitosas adotadas por outros municípios paraibanos passem a ser expostas, para que sejam aproveitadas. “Será que em outras cidades menores, que recebem até menos recursos federais, não existem essas experiências? Essas realidades devem ser reconhecidas de forma recíproca”, defendeu.

O prefeito de Campina Grande esteve na quinta-feira em Cajazeiras e na sexta em Sousa, onde foi calorosamente recebido por lideranças políticas e pela comunidade em geral, para participar de festividades de São João. Durante a visita, ele foi convidado pelos órgãos de imprensa das duas cidades para conceder entrevistas coletivas.
 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

Karla Pimentel

Prefeita de Conde homologa concurso público

lucassegfuranca

São João de Campina Grande tem monitoramento por drones, ‘supercâmera’ e identificação facial

joao-pessoa-trem-cbtu-cabedelo-santa-rita-divulgacao

Trens urbanos param no feriado de Corpus Christi

WhatsApp Image 2024-05-29 at 17.24.13

Prêmio APCA homenageia Cláudia Carvalho, editora do Parlamento PB

Pesquisa-oculos-2

Procon-JP registra variação de mais de 71% no preço de óculos de sol em nova pesquisa

Comercio-Foto-Divulgacao-Secom-PB-2

Saiba o que abre e fecha em João Pessoa no feriado de Corpus Christi

noname

Campanha Eleitoral: advogado fala sobre uso de Inteligência Artificial e pedido de votos

IMAGEM_NOTA_CIDADA_MAIO_2024_1_OK

Nota Cidadã divulga os ganhadores do mês de maio

WhatsApp-Image-2024-01-19-at-10.42.22

Linhas de ônibus funcionarão nesta quinta e sexta, dias 30 e 31, com frota dos dias de sábado

Médicos Processo seletivo emergencial

Juíza condena Prefeitura de Bayeux a indenizar médica inocentada pelo CRM