Veneziano comparece ao Congresso do PMDB; Sarney e Temer faltam

O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) foi uma das primeiras lideranças políticas paraibanas a chegar ao Hotel Tambaú hoje de manhã para participar do Congresso Estadual de seu partido. Veneziano já se fazia presente antes das 9 horas. O governador José Maranhão é aguardado para abrir os debates às 9h30. Ele deve permanecer no Salão Paraíba pela manhã, já que tem compromisso à tarde no Cariri. Ele assina, no início da tarde, no município de Ouro Velho, a ordem de serviço para a retomada das obras da segunda etapa da adutora do Congo. O valor do contrato da obra é de R$ 14.887.883,43.

Apesar de terem sido convidados, o presidente do Senado, José Sarney e do PMDB Nacional, Michel Temer, não vêm ao evento, mas mandaram representantes.

O Congresso – Na parte da manhã, os militantes participam dos debates sobre o questionário elaborado pela fundação para o plano de governo do partido nas esferas estadual e federal. À tarde, serão apresentados ao programa de cursos do Ensino a Distância (EAD) disponibilizados pela Fundação Ulysses Guimarães na Paraíba.

Consta na programação do evento, ainda, a realização de diversas oficinas para mostrar aos peemedebistas os cursos de Formação Política e o de Gestores Públicos Municipais. A expectativa é que ao final das oficinas possam ser formadas novas turmas para os dois programas educativos. São 28 mediadores desses cursos que poderão criar mais de um grupo de estudos.

Tanto o Congresso Estadual quanto a formação de novas turmas deverão mobilizar mais a militância política do PMDB da Paraíba. O Diretório Estadual e a FUG estão trabalhando em sintonia para conseguir uma maior adesão dos peemedebistas do Estado às atividades desenvolvidas ao longo deste ano. As bases peemedebistas serão dinamizadas.

No entendimento do presidente Estadual Antonio Souza, a mais importante referência para o Plano de Governo do PMDB será a síntese estadual do questionário Roteiro de Ações Estaduais, que serão preenchidos e entregues pelos Diretórios Municipais do Partido durante o Congresso. O documentou questiona os correligionários sobre as ações que julgam mais importantes em 15 tópicos que integram a administração pública, entre as quais agricultura, ciência e tecnologia, investimentos e meio ambiente.

As respostas aos questionários – que resumem o pensamento da base do PMDB na Paraíba – serão tabuladas pelo Diretório Estadual. O presidente Antonio Souza destaca que o partido trabalha de forma coletiva, mesclando atuação técnica e partidária. “Estamos mobilizando as bases e trabalhando de baixo para cima. O resultado deste debate se refletirá em um plano de governo que corresponda às reais necessidades da população”, argumenta. O Plano de Governo será a plataforma do PMDB para as eleições de 2010.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.