Último guia eleitoral da Paraíba repercute nacionalmente

Os candidatos ao governo da Paraíba usaram nesta sexta-feira estratégias diferentes no último programa de televisão do segundo turno das eleições.

Ricardo Coutinho (PSB) gastou parte do tempo da propaganda política para apresentar sua casa e familiares, entre eles sua mulher, sua mãe, irmãos e o segundo filho, Henri, recém-nascido.

O candidato disse que as últimas semanas foram o "momento mais espinhoso" da campanha, mas que chega ao final dela "sem mágoa e sem ressentimento".

Também agradeceu a militantes e eleitores e pediu voto, afirmando que quer "unir a Paraíba e acabar com as brigas" e disputas políticas que prejudicam o Estado.

O único político a aparecer no programa de Coutinho foi Cássio Cunha Lima (PSDB), governador cassado e candidato ao Senado mais votado da Paraíba, mas que teve sua candidatura barrada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com base na Lei da Ficha Limpa.

Adversário de Coutinho, José Maranhão (PMDB), que busca a reeleição, aproveitou seu último programa de TV para explorar o apoio oficial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à sua candidatura.

No programa, Lula aparece dizendo que Maranhão é seu "companheiro de longa data" e "governador da mais alta competência".

Apesar de Coutinho e Maranhão apoiarem a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, apenas o peemedebista deu espaço a ela no programa.

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.