UFPB reduzirá R$ 57 mil ao ano com projeto de eficientização da Energisa Paraíba

Economia de R$ 57 mil ao ano e 164,52 MWh em energia, suficiente para abastecer 69 residências com consumo mensal de 200 kWh. Essa é a previsão de redução de custos com energia elétrica da Universidade Federal da Paraíba, após a conclusão do projeto de Eficientização Energética realizado pela Energisa.

Com investimentos de mais de 263 mil, a concessionária prevê a substituição de 1.235 lâmpadas tradicionais por iluminação LED e implantação de sistema de geração fotovoltaica, com instalação de 66 painéis solares. As obras serão iniciadas em junho e devem ser finalizadas até agosto deste ano.

O convênio foi firmado na manhã desta terça-feira (17), durante reunião na Sede da concessionária, que contou com as presenças do reitor da UFPB, Valdiney Gouveia; do superintendente de Infraestrutura (Sinfra), Jairo Inocêncio; do diretor-presidente da Energisa, Marcio Zidan; e do diretor-técnico da Energisa, Jairo Perez; além de representantes do Centro de Energias Alternativas e Renováveis (CEAR), Agência UFPB de Inovação Tecnológica (Inova) e do Instituto UFPB de Desenvolvimento da Paraíba (IDEP/UFPB).

Para o diretor-presidente da Energisa, Marcio Zidan, a assinatura do projeto marca o início da diversificação dos projetos de eficiência energética da concessionária. “O movimento de unir instituições e pensar em sustentabilidade é um caminho sem volta, pois são ações que proporcionam retorno para as gerações futuras”, explicou Marcio Zidan. Ele ressaltou, ainda, que a Energisa tem total interesse em integrar diversos outros projetos de inovação na UFPB. “Todo investimento feito em universidades reflete em desenvolvimento e melhorias para a comunidade de modo geral. Que seja o primeiro de muitos projetos junto à Energisa”, explicou Marcio Zidan.

Para o reitor Valdiney Gouveia, a assinatura do convênio reforça a interação entre a Energisa e a Universidade Federal da Paraíba, em diversos campus, “e oferece a oportunidade para que a UFPB possa empreender ao mesmo tempo em que economiza. Por outro lado, o valor economizado pode ser investido em outras ações, sobretudo no campo energético, que venham fortalecer ainda mais a UFPB”, comemorou Valdiney Gouveia.

Realizada por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a iniciativa tem o objetivo de promover o uso eficiente da energia elétrica por meio de projetos inovadores, como a substituição das luminárias convencionais por outras de LED, mais eficientes e com vida útil maior.
Nossa Energia

Este ano, a Energisa investirá mais de 6,8 milhões em 14 projetos que geram economia de energia elétrica para diversos setores da sociedade com a adoção de novas tecnologias, processos e usos. Entre as ações, destacam-se a modernização da iluminação pública de 5 municípios e das praças da Independência, do Skatista e da Praça da Paz, além da eficientização do Ministério Público da Paraíba (MPPB), do Parque do Povo (em Campina Grande) e dos hospitais Santa Isabel (João Pessoa), Amigo da Criança (Guarabira) e do Hospital Infantil Hermínia Evangelista (Catolé do Rocha).

Por meio do projeto Nossa Energisa, a concessionária percorrerá diversos municípios paraibanos e realizará a substituição de geladeiras usadas por novas e a entrega de lâmpadas de LED, em residências de baixa renda dos municípios paraibanos.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.