UFPB reabrirá matrículas para atividades remotas nesta terça

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio da Pró-reitoria de Graduação (PRG), comunica que as matrículas em componentes curriculares e extracurriculares serão reabertas nesta terça-feira (2), a partir das 10h, e seguirão até quinta (4).

As inscrições tiveram início nesta segunda-feira (1º) e seriam concluídas na quarta (3), mas foram suspensas temporariamente devido à instabilidade nos sistemas da UFPB.

O problema foi resolvido em parceria com a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI). “Pedimos desculpas pelo transtorno. As solicitações de matrículas já realizadas não serão canceladas”, diz a pró-reitora Ariane Sá.

A PRG informa, também, que a oferta de componentes curriculares no calendário suplementar, dada a excepcionalidade e o pouco tempo para ajustes do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Sigaa), foi concebida a partir do que está disposto nos Artigos 205 e 206 da Resolução 16/2015/CONSEPE.

As matrículas em componentes curriculares devem ser realizadas por meio do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Sigaa) e as em atividades extracurriculares através do Sistema Integrado de Gestão de Eventos (SIGEventos).

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da UFPB decidiu, no dia 18 de maio, ofertar componentes curriculares e extracurriculares em atividades de ensino e de aprendizagem remotas nesta quarentena.

A medida vale para calouros e veteranos de cursos de graduação nos quatro campi. A matrícula é opcional e, quem decidir se matricular, poderá trancar a atividade até o limite de 50% do curso ofertado. A frequência mínima será de 75% da carga horária de cada curso.

As atividades acontecerão entre os dias 8 de junho e 14 de agosto. Ainda não há previsão de início do semestre letivo 2020.1 para os cursos de graduação, sejam eles na modalidade presencial ou de ensino a distância (EaD).

Entre as plataformas digitais a serem utilizadas, estão a turma virtual do Sigaa e o Moodle classes da UFPB. Mas também poderão ser utilizados, por exemplo, Google classroom, Canvas, mídias sociais, Whatsapp, Facebook e Instagram, desde que o docente se responsabilize pelo cadastro dos discentes e por alimentar os dados no Sigaa.

Durante a execução do calendário suplementar, serão realizadas pesquisas com os usuários do sistema – docentes, discentes e gestores – para identificar o índice de satisfação e obter subsídios, tanto para aproveitar as experiências acumuladas nos períodos letivos presenciais pós-pandemia, quanto para propor um período regular, caso não haja possibilidade de retorno até o final do ano.

Os calendários acadêmicos do período letivo de 2020.1, para cursos presenciais de graduação dos quatro campi da instituição, foram suspensos em reunião extraordinária do conselho em 20 de abril.

Comentários