TSE rejeita embargos de Cássio que recorre ao STF

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou hoje à noite os embargos de declaração interpostos pelos advogados do ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato mais votado para o Senado nas eleições de 3 de outubro. O único voto a favor do tucano foi do ministro Marco Aurélio. Os demais integrantes da Côrte seguiram o entendimento do relator, Aldir Passarinho Júnior.
 
Em seu twitter, Cássio comentou: "Os embargos foram rejeitados. Dentro do previsto. O importantante é que agora poderemos recorrer ao STF que dará a palavra final". E mais: "Graças a Deus este calvário judicial esta perto do fim. É um processo muito doloroso e sofrido. Venceremos", reiterou.
 
Também no twitter, o advogado Harrison Targino adiantou: "Vamos agora ao STF, via Recurso Extraordinário. Firmes e esperançosos da confirmação dos votos dos paraibanos. O Recurso Extraodinário ao STF será intrépido até domingo. Permanecemos em Brasília para prepará-lo".
 
Cássio Cunha Lima teve a sua candidatura indeferida pelo TRE da Paraíba e pelo TSE com base na Lei da Ficha Limpa. Nas eleições do dia 3 de outubro, o ex-governador foi o candidato a senador mais votado com 1.004.183 votos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.