Trocolli denuncia corte de salários de agentes de saúde e leva queixa ao MPE

O deputado estadual Trocolli Júnior (PMDB) denunciou hoje o corte nos salários de agentes comunitários de saúde do município de João Pessoa. Segundo as informações repassadas ao deputado pelos representantes da categoria, os agentes que compareceram à Câmara Municipal no dia 10 de maio para acompanhar a audiência pública de prestação de contas da Secretária de Saúde, Roseana Meira, tiveram um desconto em seus vencimentos. Por causa da ida ao legislativo municipal, 18 servidores receberam apenas R$ 140 em seus contracheques. A presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde de João Pessoa, Célia Marques, disse que até mesmo agentes que estavam de férias, mas foram à sessão, sofreram a punição.

De acordo com ela, a audiência teria sido amplamente fotografada por assessores de Roseana Meira com o intuito de usar as fotografias para identificar quais eram os agentes de saúde presentes ao evento para poder fazer o desconto em seus contracheques.

"Parece que estamos vivendo ainda o tempo da ditadura, quando manifestantes eram fotografados para depois serem presos e torturados. É uma prática completamente reprovável da gestora da saúde do município de João Pessoa. Muito me estranha um homem educado e cordato como o prefeito Luciano Agra admitir comportamentos desta natureza de uma auxiliar da administração municipal", comentou Trocolli.

Como forma de reagir à punição aplicada aos agentes de saúde da capital, Trocolli Júnior anunciou que considera a providência "descabida e ilegal" e vai levar o caso ao conhecimento do Ministério Público Estadual para que intervenha na Justiça de forma a proceder a reposição salarial dos profissionais prejudicados.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.