TRE rejeita recurso que pedia a cassação de Jota Júnior

O prefeito de Bayeux, Josival Júnior de Sousa, o Jota Júnior (PMDB), conseguiu mais uma vitória na Justiça. Hoje à tarde, o Tribunal Regional Eleitoral rejeitou o recurso impetrado pela coligação “A vitória do Povo” contra a expedição do diploma dele e do vice-prefeito Domiciano cabral (DEM). Os advogados dos adversários de Jota queriam que ambos fossem afastados dos cargos antes do julgamento de uma Ação de Investigação de Justiça Eleitoral (AIJE) contra os dois.

Jota foi acusado de abuso de poder econômico, com a contratação de servidores comissionados para seu favorecimento político, além de ter distribuído brindes e entregado cheques a servidores municipais. A relatora do caso, Niliane Meira, contudo, declarou que não há provas das acusações e acrescentou que a contratação de comissionados é permitida por lei.

A decisão de rejeitar o recurso se deu por unanimidade depois da sustentação oral feita pelo advogado de acusação, Jânio Luís de Freitas, e do prefeito de Bayeux, Eduardo Henrique Farias.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.