TRE-PB empossa advogado Breno Wanderley

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Manoel Soares Monteiro, durante sessão ordinária desta sexta-feira (16), às 09:00h, deu posse ao jurista Breno Wanderley César Segundo, na categoria de membro suplente da Corte Eleitoral paraibana.

Breno Segundo foi nomeado pela Presidência da Republica na última quinta (08), para ocupar a vaga deixada pelo advogado João Ricardo Coelho, no TRE-PB.

O mais novo membro suplente da Corte Eleitoral da Paraíba foi saudado, em nome do TRE-PB, pelo juiz Sylvio Pelico Porto Filho, e pela Ordem dos Advogados do Brasil –
seccional Paraíba, pelo advogado Bruno Veloso, vice-presidente da Ordem.

“Doutor Breno é um homem equilibrado, dotado de um profundo sentido de justiça e possuidor de sólidos conhecimentos jurídicos”, afirmou Sylvio Porto Filho.

“Vossa Excelência com sua sapiência, com sua retidão de caráter, poderá muito contribuir para os julgamentos tão bem elaborados por este Tribunal”, assentou Brono Veloso.

O procurador Regional Eleitoral, Yordan Moreira Delgado, cumprimentou o novo empossado: “Vossa Excelência contribuirá, e muito, todas às vezes que vier exercer a função de magistrado nesta Corte; meus parabéns”.

Em seu discurso de posse, Breno Wanderley Segundo, assegurou: “Quero assumir perante a Paraíba o compromisso de laborar  na busca de soluções justas para os litígios
eleitorais, sempre que solicitado for por esta Egrégia Corte”.

Perfil

Breno Wanderley César Segundo nasceu na cidade de Patos, sertão da Paraíba, em 22/05/1973, é filho de Breno Wanderley César e Irinete Galvão Wanderley César; cursou 1º e 2º graus no colégio Cristo Rei, da Congregação Filhas do Amor Divino, em Patos; graduou em Direito pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em 1996, campos VI (Sousa); é advogado criminalista, Mestre em Educação pela Universidade Técnica de Lisboa (2002) e Doutor em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (2011). Atualmente é professor da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Campina Grande e professor titular da Fundação Francisco Mascarenhas. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, criminologia e Processo Penal. Também em Sociologia e Antropologia criminal.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.