TRE concede registro a Vital Filho e Reginaldo Pereira e começa a julgar Bala

A candidatura de Vital do Rêgo Filho (PMDB) ao Senado foi homologada hoje à tarde pelo Tribunal Regional Eleitoral, que também acatou o registro de seus dois suplentes Raimundo Lira (PMDB) e Tavinho Santos (PTB). Na mesma sessão, foi acolhido o registro de Reginaldo Pereira, que concorre a deputado estadual, assim como o de Arnaldo Monteiro (PSC), que disputa a reeleição para deputado estadual.

Já o candidato Antônio "Bala" Barbosa teve seu registro contestado por uma notícia de inelegibilidade ajuizada por Demócrito Medeiros de Oliveira, que acusou o candidato a estadual de não ter feito a desincompatibilização do cargo que ocupava no gabinete do senador Roberto Cavalcanti (PRB) no prazo estipulado pela lei eleitoral. Bala deixou a função no dia 20 de julho, 17 dias depois do que prevê a lei. O julgamento foi iniciado e a rejeição da candidatura já o voto do relator, João Ricardo Coelho, quando foi interrompida pelo pedido de vistas de Newton Vita.

A dúvida que foi externada durante o julgamento decorre da situação funcional de Bala. Os membros do TRE querem saber se ele ocupa uma função comissionada ou se é funcionário efetivo do Senado.

Em relação ao candidato a deputado federal, pelo PRB, Jales Auriberto dos Santos Lacerda Calima, o registro foi negado porque o nome dele não constava na ata da convenção partidária. Nem o candidato nem os advogados do partido apresentaram qualquer justificativa e sua postulação foi negada atendendo ao entendimento do desembargador Manoel Monteiro, relator do processo.
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.