TRE concede liminar e devolve mandato à prefeita de Uiraúna

A prefeita de Uiraúna, Glória Geane (PSDB) vai permanecer no cargo até o julgamento do mérito da ação que pede sua cassação pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). A decisão é do Juiz João Batista Barbosa e foi tomada ontem com base numa cautelar concedida em ação cautelar impetrada pela defesa da gestora.

Glória Geane e a vice Beunilde Maria Santiago (PMDB) permaneceram nos cargos, apesar de sofrerem a cassação dos mandatos por decisão tomada pelo juiz de São João do Rio do Peixe, Rossini Amorim Bastos, na última quinta-feira, 27. O magistrado entendeu serem procedentes as acusações apresentadas pelo adversário de Glória, o médico Paulo Artur, de abuso de poder político e econômico durante o processo de reeleição em 2008.

Rossini determinou também que o segundo colocado no pleito, Paulo Arthur (PR) fosse empossado. O prefeito e o vice (Laurentino Nogueira) chegaram a ser diplomados ontem.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.