TRE aprova contas de deputados e aguarda Maranhão e Ricardo

O Tribunal Regional Eleitoral aprovou na tarde de hoje as contas de deputados federais e estaduais eleitos no último pleito de outubro de 2010. Na ocasião, foram julgadas também as contas de suplentes e candidatos derrotados.
 
Foram analisadas as contas do candidatos não eleito Jeová Vieira Campos (PT) e do primeiro suplente José Domiciano Cabral (DEM), além dos segundos suplentes, Vital da Costa Araújo (PTB) e Joselito Germano Ribeiro (PRP). Já entre os candidatos eleitos, foram julgadas as contas de Paulo Rogério de Sousa Leite (Doda de Tião), deputado estadual pelo PMDB, bem como dos federais eleitos Romero Rodrigues Vieira (PSDB) e Wellington Roberto (PR).
 
Os candidatos tiveram que apresentar os recibos de despesas com materiais de campanha, mídia de TV e Rádio, extratos bancários, recibos de doações e do fundo partidário, além das sobras de campanha. Os relatores não acharam restrição nas prestações, aprovaram e foram seguidos pelos outros membros da corte. 
 
Prazo – Até a tarde de hoje nem o governador eleito Ricardo Coutinho (PSB), nem o atual José Maranhão (PMDB) tinham apresentado suas prestações de contas, cujo prazo termina nesta terça-feira. Além do atual governador e do eleito, também devem prestar contas dos gastos com a campanha os deputados federal e estadual, respectivamente, Rômulo Gouveia (PSDB) e Rodrigo Soares (PT) que concorreram à vice-governadoria.. 
 
Outros processos – A Corte do TRE trouxe à tona também a discussão sobre as eleições de Marcação e Itapororoca que foram suspensas pela publicação de uma liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio. De acordo com o corregedor, Carlos Neves, a melhor solução nesse momento seria revogar a resolução que estabeleceu a data de 19 de dezembro para o pleito e, em seguida, editar uma nova resolução. O entendimento dele foi acatado pelos demais membros da Côrte que resolveram bater o martelo na sessão que acontecerá na próxima sexta-feira, 3.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.