TRE apela para que eleitores façam recadastramento

Apesar do esforço concentrado da Justiça Eleitoral na Paraíba, oferecendo atendimento misto (por ordem de chegada ou por agendamento pela internet) aos eleitores de João Pessoa para a Biometria, o comparecimento na segunda-feira (13) e nesta terça-feira (14) foi metade do esperado. Até o dia 31 de janeiro, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) segue esperando que o eleitor não deixe para última hora a regularização do título. 
 
Segundo dados da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do TRE-PB, foram atendidos na segunda-feira 2.729 eleitores, enquanto que na última sexta-feira (10) o total chegou a 3.817. Em postos de grande capacidade, a diferença foi ainda mais proeminente. No Núcleo de Apoio às Urnas (NATU), no bairro do José Américo, o total caiu de 653 para 324; na sede do TRE-PB, a queda de atendimento foi de 627 para 295 eleitores. E a terça-feira (14) segue no mesmo ritmo lento do dia anterior.
 
“Estamos com uma estrutura ampliada e atendendo de duas formas para atender aos que preferem comparecer espontaneamente e os que preferem a comodidade de agendar seu horário, mas ontem e hoje, ao contrário de filas, o movimento foi reduzido, deixando os atendentes ociosos”, relatou o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-PB, Leonardo Lívio.
 
Para fazer o recadastramento basta levar documento oficial com foto e um comprovante de residência atualizado. O atendimento espontâneo ocorre nos postos do NATU, na sede do TRE-PB (Av. Princesa Isabel esquina com a AV. Dom Pedro I), Fórum Eleitoral (CENATEL), PROCON Estadual, Subprefeitura de Mangabeira e Casa da Cidadania no Manaíra Shopping. Apenas a Casa da Cidadania de Mangabeira atende exclusivamente por agendamento prévio. 
 
Quem preferir pode garantir o atendimento através do agendamento pela internet, no Sistema de Agendamento da Biometria, no site do TRE-PB. “Até a noite de ontem tínhamos de 150 a 350 vagas em cada local de atendimento para o agendamento”, informou Lívio.
 
Para o secretário, é importante destacar que só enfrenta fila aquele eleitor que deixa para atender ao chamado da Justiça Eleitoral nos últimos dias de prazo. “Nossa capacidade de atendimento é limitada, por conta do reduzido número de servidores, por isso é importante o eleitor não deixar para a última hora”, disse. 
 
A revisão biométrica é obrigatória para todos os eleitores de João Pessoa, inclusive para os que têm voto facultativo. Quem não participar, terá o título cancelado, não poderá votar nas eleições de 2014 e estará sujeito a uma série de restrições, como a impossibilidade de tirar passaporte ou tomar posse em cargo público, regularizar CPF, não poder se matricular em instituições públicas de ensino superior, entre outras.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.