TRE adia decisão sobre novas eleições em Itapororoca e Marcação

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) decidiu adiar para a sessão da próxima quinta-feira, 18, a decisão sobre a data de realização de novas eleições em Itapororoca e Marcação, onde os presidentes das câmaras municipais assumiram a chefia do executivo depois da cassação dos prefeitos. Hoje à tarde, os membros da Côrte eleitoral discutiram o assunto, mas consideraram inviável a efetivação do novo pleito no dia 5 de dezembro, sugestão dada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Para os membros do TRE, não há tempo hábil de organizar um pleito em pouco mais de duas semanas.

O corregedor Carlos Neves da Franca sugeriu aos colegas que fosse encaminhada ao TSE uma outra opção de data, o dia 19 de dezembro. Esta opção deve ser analisada na sessão da próxima quinta-feira.

O prefeito de Marcação, Paulo Sérgio da Silva (PMDB), foi cassado no dia 31 de agosto por acusação de distribuição de material de construção em troca de votos nas eleições de 2008. Já o gestor de Itapororoca, José Adamastor, perdeu o cargo porque teve seu registro indeferido pela Justiça Eleitoral. O segundo colocado, Celso Morais (DEM) chegou a assumir a prefeitura, entretanto, foi retirado do cargo pela Justiça Eleitoral, que considerou que ele ser empossado, pois só obteve 45% (4.608) dos votos válidos. Foi convocado para responder pelo executivo municipal o presidente da Câmara, Erilson Cláudio (PTB).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.