Trauma de João Pessoa registra aumento no número de atendimentos

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena atendeu 436 pacientes entre o dia 30 de dezembro 2011 e as primeiras horas desta primeira segunda-feira (2) de 2012 – um aumento de aproximadamente 12% em relação ao mesmo período do ano passado. Acidentes de moto (101), queda (76) e de carro (21) lideram a estatística de entrada na unidade.

O número também é maior que o registrado no Natal de 2011, quando foram registrados 426 atendimentos, do dia 23 ao dia 26 de dezembro – aumento de 11,24% em relação ao Natal de 2010, quando se registraram 379 procedimentos. No balanço do Réveillon deste ano se destacaram ainda outros atendimentos, como: agressão física (19), arma de fogo (12), queimadura (11), atropelamento (9), arma branca (5) e acidentes de bicicletas (6).

Para assegurar o atendimento de urgência e emergência aos paraibanos durante as festas de Ano Novo, a direção do Trauma montou uma estrutura com escalas específicas para a data. Por se tratar de um final de semana, a unidade de saúde contou com reforços na equipe multiprofissional.

Por mês, são atendidas em média cinco mil pessoas, não só da região metropolitana de João Pessoa, como também de outros municípios paraibanos e até de Estados vizinhos. Entre janeiro e dezembro de 2011, foram quase 58 mil pessoas que receberam assistência na unidade.

Em Campina Grand
e – O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande atendeu 104.832 pessoas no decorrer de 2011. Referência em traumatologia para 173 municípios da Paraíba, além de algumas cidades do Rio Grande do Norte e Pernambuco, a unidade chega a atender 350 pacientes, diariamente.

Somente no mês de dezembro, foram atendidas 8.439 pessoas no setor de emergência, além de realizadas 744 cirurgias. No período de 23 a 25 de dezembro, o Hospital de Trauma atendeu 860 pacientes, entre urgências e emergências. Também foram feitas 75 cirurgias. Entre os dias 30 de dezembro e o último domingo (1º), os atendimentos chegaram a 758 casos, além de 61 cirurgias.

No Ano Novo, o Trauma de Campina registrou 132 casos de acidente de moto, 16 de acidente de carro, sete de facada, 18 de tiro, 11 de espancamento, oito de queimadura e oito de atropelamento. Já no Natal, foram registrados 144 casos de acidente de moto, 13 de acidente de carro, 12 de facada, 12 de tiro, 18 de espancamento, dez de queimadura e sete de atropelamento.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.