Total de mortos por chuvas no Rio já chega a 95

As fortes chuvas que atingem o Estado do Rio já provocaram 95 mortes desde a noite de ontem, segundo informações da assessoria do Corpo de Bombeiros. Também eram registradas 93 pessoas feridas em decorrência dos temporais, por volta das 18h10 desta terça-feira. A cidade permanecia em estado máxima de alerta no horário.

Ainda de acordo com os bombeiros, há informações sobre desaparecidos, mas os números estão imprecisos. Do total de vítimas, 34 são da cidade do Rio e 41 foram registradas em Niterói, na região metropolitana. Os demais mortos são dos municípios de Petrópolis, na região serrana, São Gonçalo, região metropolitana, Nilópolis e Paracambi, na Baixada Fluminense.

Na cidade do Rio, a Defesa Civil municipal já tinha atendido mais de 380 ocorrências até o início da tarde de hoje. De acordo com o subsecretário do órgão, o coronel Sérgio Simões, a maior parte das ocorrências são referentes a deslizamentos de terra totalizando 180 ocorrências.

O prefeito Eduardo Paes (PMDB), "a situação ainda é muito critica. Há previsão de mais chuvas. Estamos monitorando constantemente e nossos homens estão nas ruas".

As chuvas registradas desde segunda-feira (5) geraram um acúmulo de 278 milímetros na cidade do Rio, superando o recorde histórico de 1966, que era de 245 mm. Mais de 60 pontos de alagamento foram registrados em toda a cidade.

O prefeito destacou que a maré alta contribuiu ainda mais para que eles ocorressem. Na lagoa Rodrigo de Freitas, a prefeitura afirmou que o nível, que geralmente é de 50 centímetros, chegou a atingir 1,40 metros na manhã de hoje.

 

Folha Online

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.