TJPB abre espaço para estudantes

O projeto `Conhecendo o Judiciário´, do Tribunal da Justiça da Paraíba, coordenado pelo desembargador Leandro dos Santos, abre espaço para que estudantes de universidades e escolas da Paraíba possam visitar o órgão, conhecer seu funcionamento e tirar dúvidas.

Criado neste ano, com apoio da presidente do Tribunal, desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, o projeto já recebeu visitas de aproximadamente 400 alunos, desde junho. O coordenador, desembargador Leandro dos Santos, afirma que, entre universidades e escolas, há o surgimento de um fascínio sobre o setor público.

“A população descobre que a gente é de carne e osso, e que podem entrar aqui, sim! Eu sinto como se estivesse abrindo minha porta aos vizinhos. Às vezes eles acham que somos difíceis, mas depois descobrem que não”, afirma Leandro. Para ele, o projeto tem fundamental importância para desmitificar a ideia que se tem sobre o difícil acesso ao Tribunal.

Normalmente os estudantes são do ensino médio e os universitários do curso de Direito que cursam o primeiro período. O desembargador explica que os que cursam a faculdade e estão no começo, têm as informações básicas de funcionamento, mas ainda têm dúvidas e curiosidades. Já os alunos das escolas, segundo ele, descobrem muito. “Um deles, uma vez, me disse que agora já sabia o que queria fazer”, conta.

Os visitantes conhecem desde a rotina do TJPB, quem faz parte de Poder, onde as decisões são tomadas até como acontece cada votação e julgamento. Eles são convidados a passear pelo Palácio da Justiça, conhecendo algumas de suas dependências, e, recebem ainda, acompanhamento de uma assessora. Ela é responsável pelo recebimento e auxilia no deslocamento dos jovens até o final.

Primeira fase

No começo do projeto, as visitas eram feitas às instituições, com o deslocamento do desembargador para a realização de palestras. Conforme o relato do próprio coordenador Leandro, depois de um tempo, percebeu-se que a empatia dos alunos se dava mais dentro do órgão. “Para os alunos do ensino médio, por exemplo, que são desconhecedores do que ocorre aqui, é como se eles entrassem num castelo”. O desembargador acredita que esse fato possa ser o diferencial entre esse e outros projetos semelhantes.

Após uma fase experimental, com visita de alunos do curso de Direito ao Tribunal de Justiça da Paraíba e com um debate realizado no mês de abril na comarca de Patos, o projeto “Conhecendo o Judiciário” foi lançando oficialmente na tarde do dia 14 de junho, no Fórum Afonso Campos, na cidade de Campina Grande. A abertura do evento foi feita pela presidente do Poder Judiciário do Estado, desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti.

Empenho

O Tribunal de Justiça segue engajado para a continuidade do projeto. Leandro dos Santos diz que já foram aperfeiçoados alguns pontos. Dentre eles, a confecção de uma cartilha, com linguagem de fácil entendimento, ganha destaque. Com impressão colorida, as páginas têm modelo de quadrinho, com diálogos em balões. Essa é uma das formas de entreter o leitor e simplificar as informações.

São explicadas, na pequena revista, de que forma as situações cotidianas tem resolução jurídica. Esclarecem-se questões sobre a Justiça do Estado, como ela funciona e qual a forma de acioná-la.  Todas essas informações constam em intercalação com o diálogo dos personagens.

O projeto conta também com uma música tema. O gênero musical escolhido para compor a atividade lúdica, foi um rap com o nome de “Eu Acredito na Justiça”, de composição própria do idealizador do projeto. Ele acredita que essa seja uma outra forma de aproximar o público-alvo, já que é um estilo musical recente e de boa receptividade.

Parceria

O magistrado diz ter descentralizado o projeto, pois, como a juíza de Souza está desenvolvendo algo semelhante, é melhor unificar a linguagem e o trabalho, sob a mesma política. Serão enviadas cartilhas e agendadas visitas à fóruns e comarcas. Desta forma, será facilitada a logística dos visitantes que moram no interior.

Segundo o desembargador, o projeto vem atendendo bem ao que se propõe e que, devido à isso, quer massificá-lo e estendê-lo para além do âmbito estudantil. Depois do balanço positivo, a previsão é de que até o final do ano serão recebidos cerca de 200 estudantes.

As visitas são agendadas e podem acontecer todas as quintas-feiras do mês, a partir das 14h. As inscrições das instituições podem ser realizadas através do site do TJPB (www.tjpb.jus.br). Cada instituição pode trazer até 60 pessoas.

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.