Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

TJ define lista tríplice do MP para vaga de desembargador

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A lista com os três nomes de representantes do Ministério Público estadual, que concorrem a uma cadeira no Tribunal de Justiça foi definida na sessão administrativa desta quarta-feira (21). Disputam, dentro do Quinto Constitucional, a vaga de desembargador em decorrência da aposentadoria de Júlio Paulo Neto, o procurador de Justiça, José Raimundo de Lima (12 votos); o promotor de Justiça, Frederico Martinho da Nóbrega Coutinho (10 votos); e a procuradora Lúcia de Fátima Maia de Farias (9 votos).

Conforme o artigo 94, parágrafo único da Carta da República, a lista tríplice será encaminhada ao Poder Executivo, que, nos 20 dias subsequentes, escolherá um dos seus integrantes para nomeação. Atualmente, integra o TJPB pelo Quinto Constitucional pelo Ministério Público estadual, o desembargador José Di Lorenzo Serpa, desde 2006. 

Durante a votação, os promotores de Justiça Herbert Douglas Targino, Jonas Abrantes Gadelha e Manoel Pereira de Alencar receberam, respectivamente, oito votos os dois primeiros e o último apenas um.

Antes da escolha, o desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos levantou uma questão de ordem a respeito da maneira de votação da lista. Segundo o magistrado, a eleição deveria ser realizada de forma secreta e em sessão pública, e não aberta e motivada, como recomenda o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Para tanto, o desembargador fundamentou seu posicionamento com artigos da Constituição Federal, Constituição Estadual, Regimento Interno do Tribunal de Justiça, Lei Orgânica da Magistratura (Loman) e  Lei de Organização Judiciária do Estado (Loje).

"Nenhum destes textos obrigam que a escolha seja feita de forma aberta e motivada. O artigo 99 da Constituição Federal, por exemplo, é claro, quando assegura ao Poder Judiciário autonomia administrativa e financeira", argumentou Márcio Murilo. Ele afirmou, ainda, que a própria Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) indica os nomes dos seus membros para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) de forma fechada. A questão de ordem suscitada pelo desembargador foi a vencedora, por maioria dos votos do colegiado.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Após denunciar falsificação de documentos, Pablo Honorato é demitido da UFPB por Valdiney

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

IMG-20240621-WA0035

Jornalista lança livro sobre humor na política em Campina Grande

ffraz_abr_20180922_1659

João Pessoa é a 1ª Capital do Nordeste no ranking de vacinação contra Poliomielite

01

Cofeci concede Medalha JK ao presidente do Creci-PB e ao ex-presidente do Creci-PR

concursos-publicos

Concurso da prefeitura de Piancó abre inscrições em mais de 80 vagas

WhatsApp-Image-2024-06-21-at-7.38.18-AM

Operação da Lei Seca é intensificada durante festejos juninos

WhatsApp Image 2024-06-21 at 14.25.13

Cachaça Matuta celebra o São João 2024 com lata comemorativa

feriados_sao_joao1

MPPB funcionará em regime de plantão durante São João, na segunda

aaaa

Dinho Dowsley lidera disputa para vereador em João Pessoa

Detran-pb 5

Detran-PB promove novo leilão com 300 veículos nos dias 1 e 2 de julho

Waldonys no seis e meia

Waldonys faz show hoje no São João de João Pessoa, no Parque Solon de Lucena