Tião responsabiliza Marcelo por “conspiração” de golpe

O deputado estadual Tião Gomes (PSL) citou o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo (PEN) como suposto responsável por uma orquestração que culminaria com a reprovação das contas do governador Ricardo Coutinho (PSB). Ele admitiu ter votado a favor das contas de José Maranhão (PMDB) por não ter encontrado falhas graves no relatório e, da mesma forma, afirmou que não há irregularidade no balancete produzido pela gestão do PSB em 2011. "A oposição está criando tudo com medo das urnas e fica tentando criar um fato novo para tirar Ricardo do poder. A oposição tem hoje 25 votos e pode aprovar o que quiser, mas não acho justo que Frei Anastácio que é da Igreja Católica e um homem que se diz justo, possa usar dois pesos e duas medidas para Maranhão e Ricardo porque ele foi relator das contas de Maranhão. Eu não me abaixo. O Frei é que se abaixe. Eu já briguei com Cássio Cunha Lima e José Maranhão quando eles estavam no governo. Eu não fiz como Cássio fez que deixou o governo no fim. Sou polêmico porque digo o que penso e acho absurdo o que estão fazendo com Ricardo Coutinho. Querem transformar a Paraíba em uma Santa Rita e a imprensa não fala de Ricardo Marcelo, não sei porque".
 
O deputado passou, então, a debater com o apresentador do Rádio Verdade, da Arapuan FM, Nilvan Ferreira e chegou a dizer que o presidente da Assembleia seria "omisso" e pouco presente às sessões do legislativo estadual.
 
"Ricardo Marcelo desde o começo do governo de Ricardo Coutinho confabula e tenta desmantelar o governo, mas ele sempre foi covarde e sempre ficou em cima do muro. Mas, eu digo que tudo que acontece na Assembleia o responsável é o presidente Ricardo Marcelo, mas vocês querem me colocar como se eu fosse um abestalhado", desabafou o parlamentar.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.