Tião rebate Ruy e manda recado: “Se querem romper, tenham coragem”

O deputado estadual e presidente do PSL, Tião Gomes, respondeu com dureza às declarações do deputado, Ruy Carneiro (PSDB), que cobrou uma postura do PSB em relação ao posicionamento do parlamentar sobre a aliança entre as duas legendas. Tião foi enfático ao dizer que não criticou o ex-governador Ronaldo Cunha Lima e que suas afirmações foram direcionadas ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

– Não falei de Ronaldo, isso é um blefe. Ronaldo é uma jóia preciosa que a Paraíba tem, homem de bem. A nota do PSDB tenta transformar o que eu disse para que o PSDB engane o povo. Se querem romper que tenham coragem e rompam.

A crise foi iniciada ontem com a cobrança do presidente estadual do PSB da Paraíba por uma definição política do PSDB ganhou novos capítulos que podem representar um desfecho na relação entre as duas siglas. Depois de lançar uma nota repudiando a pressão dos socialistas por um prazo para o anúncio de manutenção da aliança, o presidente estadual do PSDB, deputado federal Ruy Carneiro distribuiu um segundo texto no início da tarde, devolvendo a cobrança ao partido do governador Ricardo Coutinho. Ele espera um posicionamento público do PSB a respeito de declarações dadas ontem pelo deputado estadual Tião Gomes, presidente do PSL. O parlamentar fez críticas às gestões de Cássio Cunha Lima e disse que ele não era "Deus" ou um político incontestável.
 
O deputado acrescentou que a aliança entre os partidos do governador e do senador vem sendo mantida por atuação de Ricardo, mas que o chefe do Executivo estaria sendo bombardeado pelos "aliados".  Apesar da queixa, Tião negou que estivesse falando em nome do governador. "Quem falou foi Tião Gomes e não Ricardo, falei em nome do meu partido".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.