Tião Gomes ressuscita slogan e acusa a oposição de ser cega

A quarta-feira transcorria de maneira corriqueira na Assembleia Legislativa da Paraíba até que o deputado estadual Tião Gomes (PSL) resolveu ir à tribuna para reclamar da postura da oposição. A fala do parlamentar começou retomando um slogan da campanha de Ricardo Coutinho (PSB) a prefeito de João Pessoa: "Deixa o mago trabalhar". Depois disso, ele passou a fazer críticas aos deputados advdersários, alegando que o único interesse deles seria a disputa para prefeito em 2012 e, por isso, estariam, de maneira proposital, desqualificando as obras do Governo do Estado:

– A oposição torce para que o Governo não dê certo e fica o tempo inteiro dizendo inverdades e criando factóides. Não se preocupa com a Paraíba e só traz a esta Casa e á imprensa notícias que denigrem a imagem do Governo. Além disso, criam fatos. É o exemplo do caso da Fiat. Disseram que a empresa teria sido proibida pelo governador de pernambuco de empregar paraibanos. Isso não existe! Deixa o mago trabalhar! Tem obras hoje de Cabedelo a Cajazeiras. Vocês são cegos? Vocês não estão vendo a mudança administrativa da Paraíba? A todo momento trazem inverdades e precisa o governador ir à televisão desmentir?

Em outro ponto de seu discurso, Tião se dirigiu diretamente ao deputado Luciano Cartaxo e disse que o parlamentar ficou "caladinho" durante o Governo Maranhão III, não fazendo nada, apesar de ser vice-governador, porque não tinha permissão de José Maranhão para tomar qualquer iniciativa:

– Vossa excelência não era nem para estar aqui. Só está porque Maranhão não lhe quis como vice. Ele expulsou vossa excelência da chapa e botou seu colega Rodrigo. O senhor foi vice-governador e não fez nada porque não lhe deixaram fazer. Vem defender um governo que a Paraíba conhece. O que foi que Maranhão deixou? Buracos para este governo tapar. Vocês só querem que a Paraíba esteja pior. O que vocês querem? Usar essa tribuna para ser candidatoa a prefeito em João Pessoa e Campina Grande. Mais nada!
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.