Termina paralisação dos neurocirurgiões do Hospital de Trauma

Encerrou na noite de hoje a paralisação dos neurocirurgiões do Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena. O contrato foi assinado na sede da Secretaria de Estado de Saúde e os profissionais voltam hoje mesmo ao trabalho. 
 
A paralisação definitiva (sem regime de plantões para urgência) durou pouco menos de 24 horas e o esforço para garantir a volta ao trabalho da categoria começou ainda na noite da segunda-feira (21). Além do pagamento dos vencimentos em atraso, a Cooperativa dos Neurocirurgiões (Neurovasc) entrou num acordo com a Secretaria de Saúde quanto ao contrato de prestação de serviços.
 
De acordo com o Secretário Mário Toscano, desde o início as negociações sinalizavam um desfecho satisfatório tanto para a sociedade, quanto para a classe médica. “Conseguimos chegar a um consenso muito rápido, e mais que isso, sem causar nenhum dano maior aos pacientes do Trauma”, afirmou.
 
O Secretário lembrou ainda do esforço do governador Ricardo Coutinho no sentido de agilizar o processo. “O governador participou ativamente das negociações e foi uma peça chave no entendimento com a categoria”, finalizou.
 
Os onze neurocirurgiões do Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena estavam paralisados desde a semana passada, quando exigiam o pagamento dos meses de dezembro e janeiro, além da assinatura de um contrato de trabalho, já que desde setembro de 2010 trabalhavam sem qualquer vínculo oficial com a gestão pública. Os neurocirurgiões estavam atendendo apenas casos de urgência e na noite da segunda-feira (21) resolveram parar em definitivo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.