Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Floração dos ipês deixa avenidas e praças de João Pessoa mais coloridas

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A floração dos ipês encanta pela diversidade de cores. Em João Pessoa, de acordo com a Secretaria de Meio Ambiente (Semam), existem aproximadamente três mil árvores de ipês, localizadas em áreas públicas como canteiros de ruas e avenidas, praças e escolas. Por isso, o ipê amarelo foi escolhido em votação popular como a árvore símbolo da capital paraibana.

Os ipês estão no período de floração, que começa em setembro e vai até dezembro. Mas por causa das mudanças climáticas – calor e poluição ambiental – o período de floração está irregular – as árvores não florescem todas de uma vez. Em João Pessoa, para garantir a saúde das árvores, é feito o manejo correto das plantas – podas, tratamento fitossanitário, acompanhamento das árvores com equipamento de ultrassom. Esse equipamento permite que os técnicos avaliem a parte interna dos troncos, verificando se existem fungos e outros microrganismos que possam comprometer a saúde das árvores.

De acordo com o engenheiro agrônomo Anderson Fontes, diretor de Controle Ambiental da Semam, o cuidado com as árvores envolve o manejo correto das plantas. “São feitas podas de assepsia, retirando galhos secos, com fungos e parasitas e também a retirada de ervas de passarinhos – plantas que nascem nos galhos, alimentando-se da seiva da árvore, deixando a planta enfraquecida. Também foi feita a correção, o melhoramento da adubação dos ipês, no sistema radicular, contribuindo para o fortalecimento das raízes”, afirmou.

Os ipês localizados em áreas públicas da cidade, como na Praça da Independência e Parque Solon de Lucena, têm aproximadamente 120 anos. A floração proporciona um momento raro na natureza, com a exuberância das flores nos galhos e também com os ‘tapetes’, formado pelas flores que caem ao redor dos troncos.

O ipê é uma árvore nativa do Brasil e pode ser encontrado em todas as regiões. A madeira é considerada de excelente qualidade, de cor castanho-oliva, com veios mais escuros. No período da floração, a árvore perde todas as folhas, que dão lugar às flores, amarelas, brancas e em vários tons de rosa.

Viveiro florestal – As mudas de ipê, usadas no plantio urbano pela Semam, são produzidas no Viveiro Florestal. Quem tiver interesse em pegar uma muda de ipê é só se dirigir ao Viveiro, na Rua Embaixador Sérgio Vieira de Melo, s/nº, próximo ao Sesc Gravatá, no Valentina Figueiredo. O Viveiro funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

 

 

 

Imagens: Secom JP/Kleide Teixeira

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

UFPBemdia15.12.2022FotoAnglicaGouveia5de23-800x500 (1)

Superintendente do HULW, Marcelo Tissiani divulga apoio à reeleição de Valdiney Gouveia

Polícia Civil e Militar

Ex-suplente de vereador é assassinado na zona rural de Matinhas

agentesemob (1)

Maratona de João Pessoa altera trânsito em vários pontos na manhã deste domingo

enterrotiopaulo (1)

Após dois dias no IML, “Tio Paulo” é enterrado sob forte comoção de parentes

mercadodefagundes

Teto do Mercado de Lucena desaba depois das chuvas deste sábado

terezinhaemonica (1)

DCE declara apoio à candidatura de Terezinha e Mônica para eleições na UFPB

prefeito-edmilson-rodrigues-belem-filho

Filho do prefeito de Belém do Pará morre aos 16 anos

Homem é preso na PB ao receber 20kg de maconha, do Paraná, em caixas de chá

Homem é preso na PB ao receber 20kg de maconha, do Paraná, em caixas de chá

Polícia da PB prende, no Pará, dupla que furtou 50 celulares de shopping em Campina Grande

Polícia da PB prende, no Pará, dupla que furtou 50 celulares de shopping em Campina Grande

Trens, CBTU JP

Trens voltam a fazer trajeto completo entre Cabedelo e Santa Rita após obras em ponte