Teatro de Pilões encena o maior espetáculo ao ar livre da PB

Com pouco mais de 6 mil habitantes, o município de Pilões costuma ver sua população duplicada no dia de encenação da Paixão de Cristo, encenada pelo Teatro Padre Matheus há 45 anos, na sexta-feira santa. Durante a semana, o turismo religioso mostra sua força.

O espetáculo da Paixão é considerado o maior ao ar livre da Paraíba, com mais de 80 atores amadores e cerca de 100 figurantes.

Uma realização da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, através do Grupo de Teatro Padre Matheus que trata, com muita emoção, da história mais contada em todo o mundo, a vida, morte e ressurreição de Jesus, usando como palco os 54 degraus das escadarias da paróquia da cidade.

Atualmente dirigida pelo advogado Hermes Castro, o espetáculo foi criado em 1974 pelo pároco da cidade de Pilões que tinha vindo da Holanda e estimulou a comunidade, a fim de desenvolver cultura, a qualidade de vida e, principalmente, a evangelização.

No início, a peça foi dirigida pelo próprio Padre Matheus, depois por Rosenilda Marques da Silva, Francisco Cleanto de Castro, Wilson Belmino Marques da Silva, Francisco Flor de Souza. O atual diretor, Hermes Augusto de Castro, integrante do Teatro desde a sua fundação, vem desenvolvendo um trabalho de extensão cultural e religiosa, contribuindo para a preservação dos valores culturais da terra e junto com vários atores e pessoal de apoio garantem o maior espetáculo ao ar livre da Paraíba.

Contando apenas com atores do município, o elenco é formado por pessoas de todas as classes sociais, desde estudantes, professores, militares, funcionários públicos, trabalhadores rurais, menores carentes e jovens e adolescentes. A expectativa dos organizadores é de que compareçam pelo menos 10 mil pessoas do interior do interior e outros circunvizinhos.

Comentários