TCU condena Salomão Gadelha por prestação de contas incompleta

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou Salomão Benevides Gadelha, ex-prefeito de Sousa a pagar o valor atualizado de R$ 76.774,60 aos cofres do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), pela insuficiência de documentação referente à prestação de contas dos recursos públicos federais repassados ao município para o incremento da qualidade do ensino fundamental.

O ex-prefeito deixou de apresentar cópia da adjudicação e homologação das licitações realizadas, extratos bancários da conta específica e comprovante de recolhimento do saldo do convênio.

Gadelha deverá ainda pagar multa de R$ 7 mil ao Tesouro Nacional. O TCU autorizou a cobrança judicial da dívida e a remessa da decisão à Procuradoria da República no Estado da Paraíba, para as devidas providências. O relator do processo foi o ministro José Múcio Monteiro. Cabe recurso da decisão.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.