Mulher grávida teria sido morta pelo marido para ficar com seguro de R$ 400 mil

Um seguro de vida no valor de R$ 400 mil pode ter motivado o assassinato de Natália Donato de Lima, cujo corpo foi encontrado