Caso Rhuan: Bolsonaro lamenta que Constituição não permita prisão perpétua

O presidente Jair Bolsonaro defendeu, pelas redes sociais, prisão perpétua às acusadas de matar e esquartejar o menino Rhuan Maycon, de 9 anos, em