Depois de ameaças de pai de paciente, CRM-PB admite interditar Arlinda Marques

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) deu um prazo de 48h para o Hospital Infantil Arlinda Marques disponibilizar policiamento armado para garantir