Suspensa cassação do prefeito de Juru

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba decidiu hoje à tarde dar provimento ao Recurso contra a sentença do juiz de primeira instância que cassou o mandato do prefeito da cidade de Juru, José Orlando Teotônio (PR). Os membros da corte nem chegaram a julgar o mérito da ação. Eles entenderam que a ação impetrada pelo advogado Alfredo Rangel Ribeiro, em petição também assinada por Lincoln Ramos, em primeira instância foi fora do prazo.

De acordo com o advogado Solon Benevides, que representa o segundo colocado nas eleições de 2008, Luiz Galvão da Silva, existe um recurso contra a diplomação do prefeito que será discutido posteriormente. O recurso já está no TRE, porém aguarda a convocação do relator para que entre em pauta.

– A matéria de prova que está na Aime vai ser discutida em uma ação cujo relator é Dr João Batista e está prestes a ser julgada. Todo o debate que ocorreu sobre o mérito, voltará à discussão no recurso contra a diplomação.

O prefeito de Jurú estava sendo acusado de ter oferecido três mil telhas ao casal Maria de Lourdes Machado e Agnaldo Machado em troca de votos. A corte empatou na votação que foi decidida pelo voto do presidente Manoel Monteiro.

Votaram pelo provimento do Recurso a juíza Niliane Meira e os juízes Newton Vita, João Batista e o presidente Manoel Monteiro. Os demais tiveram entendimento contrário.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.