Suspeito de matar vereador em Alagoas é preso na PB e confessa crime e diz que deu 50 facadas

A Polícia Militar em Pombal, no Sertão da Paraíba, prendeu um jovem suspeito de matar o vereador de Maceió, Silvânio Barbosa (MDB). O crime aconteceu no bairro Benedito Bentes, na capital de Alagoas, na manhã desse sábado (8), e Henrique Matheus da Silva Sousa foi capturado durante a noite.

Os policiais perceberam a atitude suspeita de Henrique e abordaram o carro em que ele estava. Como o suspeito se contradisse nas palavras, a equipe policial checou a posse do automóvel e descobriu que era do vereador morto.

Segundo informações do delegado que acompanhou o caso, o jovem confessou o crime e detalhou que deu 50 facadas na vítima para roubar-lhe os bens. O rapaz disse também que um vizinho ouviu o barulho na hora do crime e perguntou a Silvânio se estava tudo bem. Ele fez o parlamentar dizer que sim.

Silvânio prometeu dar-lhe R$ 10 mil para ficar vivo. Henrique fingiu que aceitou e pediu a senha do celular. Quando a vítima deu a senha, Henrique concluiu o assassinato.

Ainda de acordo com a polícia, o vereador e o jovem começaram um relacionamento há 15 dias e Henrique ficou interessado nos bens do parlamentar, planejando, assim, esse assassinato. A polícia recuperou o carro do vereador, R$ 10 mil, roupas sujas de sangue, oito relógios e dois celulares, que estavam com Henrique Matheus.

O preso foi encaminhado à delegacia de Pombal. Ele foi, depois, conduzido pela Polícia Civil de Alagoas, que investigará o caso.

Suspeito de matar vereador em Alagoas é preso na PB e confessa crime e diz que deu 50 facadas

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.