Somente dois candidatos a presidente do PT vão a debate em Campina Grande

O debate realizado hoje à tarde na Câmara Municipal de Campina Grande entre os candidatos a presidente do diretório do PT local foi esvaziado. Dois oito concorrentes, apenas dois compareceram: o sociólogo Raimundo Cajá e o secretário de Comunicação Marconi Tenório. Alexandre Almeida, Renato Gadelha, Eliomar Sarmento, Paulo Azevedo, Peron Japiassú e Manoel Mariano não estiveram no local e nem apresentaram justificativa para as ausências. As informações foram prestadas por Pedro Luís, secretário geral do diretório petista campinense.

"Os candidatos que não compareceram foram muito criticados. Essa ausência foi interpretada como mais uma ingerência externa nos assuntos do partido. Os seis candidatos que deixaram de ir ao debate são considerados governistas: apóiam Veneziano Vital e José Maranhão. É o Governo mais uma vez interferindo nos rumos do PT. Um momento precioso de debate foi desperdiçado pelos companheiros para atender orientação política externa", disse Pedro ao Parlamentopb.

Embora com quorum reduzido, o debate foi mantido, assim como sua sistemática. Durante quatro blocos, Marconi e Raimundo se apresentaram fizeram perguntas entre si, responderam a indagações do público – igualmente reduzido – e, ao final, teceram suas considerações finais. Os mediadores foram Soraia Cordeiro e Charles Moura, da Executiva Municipal petista.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.