Alexandre Moura

Engenheiro Eletrônico, MBA em Software Business e Comércio Eletrônico, Chairman da Light Infocon Tecnologia S/A, VP da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado da Paraíba e Diretor de Relações Internacionais da BRAFIP.


“Smart Locker”

Com o crescimento continuo do comércio eletrônico novas necessidades inerentes a esse processo, estão gerando oportunidades de negócios bem interessantes. Uma dessas necessidades vem de pessoas que tem problemas de receber os produtos comprados. Seja por não ter ninguém presente na residência no horário da entrega (geralmente, as entregas acontecem no horário “comercial” quando o destinatário está no trabalho ou na escola) ou residir em uma zona rural distante, por exemplo. Pensando em como resolver este tipo de problema, a empresa brasileira de TI (Tecnologia da Informação) “Stefanini” criou o conceito de “armário inteligente” para a retirada dos produtos comprados. Denominado de “Smart Locker” (armário inteligente) o sistema é bem simples. Ao realizar a compra, o cliente escolhe a opção de retirar o produto em um Smart Locker disponibilizado pela loja virtual, no local mais perto do cliente onde o produto estará disponível para coleta (como se fosse uma “antiga” caixa postal). Os “Armários Inteligentes” estarão localizados, por exemplo, em postos de gasolina, padarias, farmácias, etc. A chave para abrir o armário designado, é um “QR Code” enviado para o celular do comprador (muito semelhante à  forma de emissão do localizador de uma passagem aérea). Uma das primeiras empresas que estão utilizando este sistema é a “Via Varejo”, braço de comércio eletrônico das Casas Bahia, Pontofrio e Extra.com. Excelente ideia!

Oportunidade de Negócio

Outra oportunidade de negócio surgiu a partir de uma pesquisa com consumidores brasileiros. De acordo com levantamento publicado no portal “Panorama Mobile Time” (www.panoramamobiletime.com.br), especializado em pesquisas sobre o mercado de “conteúdo móvel”, mais da metade dos usuários (precisamente 53% deles ou 50 milhões de pessoas) do WhatsApp no Brasil deseja pagar contas e realizar transações comerciais e bancárias, usando o aplicativo. Foram ouvidos 1.984 brasileiros que têm acesso à Internet e possuem aparelho celular. É uma ótima oportunidade a ser explorada pelas empresas de TI que trabalham desenvolvendo aplicativos! A demanda, como mostra a pesquisa, existe!

“Rastreando” seus Dados

Matéria publicada recentemente, pela Agência de Noticias “Blomberg” de Nova York, Estados Unidos, afirma que o “Google” e a operadora de cartões de credito “Mastercard” se uniram para rastrear dados de compras no comércio varejista. As duas empresas negam este acordo, mas a reportagem diz que o software do Google “pode fazer cruzamento de informações com os cliques em anúncios na Internet e assim dar uma ideia da taxa de conversão da publicidade em vendas, utilizando o cartão de credito, nas lojas nos Estados Unidos”. Por outro lado, a Mastercard afirmou que “nenhuma informação ou dados pessoais de seus clientes, são fornecidos a terceiros e que essa norma atende plenamente, a proteção da privacidade dos usuários do cartão de credito”. Será?

Risco de Quedas

Um dos principais problemas que coloca em risco a saúde de pessoas idosas ou com mobilidade reduzida são as quedas (algumas até fatais) principalmente em casa. Visando diminuir estes acidentes e/ou permitir um rápido atendimento, a Startup brasileira “Healthy AI” desenvolveu “um dispositivo eletrônico baseado em IA (Inteligência Artificial) e Internet das Coisas (IoT)”. O equipamento denominado de “MetaSix”, auxilia aos cuidadores e profissionais de saúde na prevenção das quedas dos pacientes. O equipamento é colocado no “tórax da pessoa, e ele passa a monitorar os movimentos do usuário 24 horas por dia, em qualquer parte da residência e até quando ele vai ao banheiro”, alertando sobre os possíveis riscos de queda naquele determinado local. O monitoramento no banheiro, por exemplo, é importante, pois, segundo estatísticas, é onde acontecem 20% das quedas. A ideia é muito boa e o produto deve estar nas lojas já no ano que vem.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.