Sistema Patos-Assunção vai abastecer seis municípios

O Sistema Integrado Adutor Patos-Assunção, que está sendo construído pelo Governo do Estado e vai levar água a seis municípios situados nas regiões do Cariri e Sertão paraibanos, deve ser concluído em janeiro de 2010. A obra, orçada em mais de R$ 12 milhões, está sendo executada pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e vai beneficiar os municípios de Quixaba, Cacimba de Areia, Passagem, Areia de Baraúnas, Salgadinho e Assunção.

O sistema em construção atenderá 11.241 pessoas que vivem nesses seis municípios e utilizam, atualmente, um abastecimento precário e sem tratamento adequado para o consumo humano. A obra está sendo realizada com recursos do Governo do Federal, através do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), e do Governo do Estado e foi orçada no valor de R$ 12.129.260,96.

O subgerente de Obras da Cagepa, Allan Alencar, informou que serão construídos 83 mil metros de adutora para interligar os municípios, além de quatro Estações Elevatórias de Tratamento e seis tanques para regularizar a linha adutora. “Os serviços estão sendo realizados, simultaneamente, em vários trechos que cortam as cidades por onde vai passar a adutora. No total, já foram concluídos 60% dos serviços”, acrescentou.

Funcionamento – O Sistema Integrado Adutor Patos-Assunção é uma extensão do Sistema Adutor Coremas-Sabugi, e seu manancial está situado no açude Coremas. Ele vai funcionar liberando 84.528 litros de água por hora do açude de Coremas através da adutora, para as Estações Elevatórias de Tratamento do Jatobá, que estão localizadas no município de Patos. Em seguida, a água tratada será liberada para os reservatórios situados nos seis municípios que integram a adutora.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.