Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Sintur lança campanha de incentivo à doação de órgãos e tecidos, em Cabedelo

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa (Sintur-JP), lançou – em Cabedelo – nesta terça-feira (12) uma campanha de incentivo à doação de órgãos e tecidos, em razão do mês dedicado ao tema, o ‘’Setembro Verde’’.

O diretor Institucional do Sintur-JP, Isaac Júnior, afirmou que a iniciativa em parceria com à Câmara Municipal deve contemplar os ônibus que compõem as linhas de Cabedelo e tem como objetivo principal a conscientização.

“Agradecemos por poder ser um canal de veiculação dessa campanha, é importante levar essa mensagem para toda João Pessoa e toda Cabedelo. Esperamos que as pessoas se conscientizem para que tenhamos muito mais doadores”, afirmou.

Isaac ainda comentou sobre a atuação, o compromisso e a responsabilidade social das empresas de transporte coletivo urbano de passageiros da Grande JP.

“Nós enquanto empresas de ônibus, que fazemos o Consórcio Metropolitano aqui da cidade de Cabedelo, levando e trazendo pessoas e vidas até João Pessoa, seja para o trabalho, seja para as unidades de saúde, para escolas e todos os lugares, temos esse compromisso com a vida e com o bem-estar social.

Já o vereador José Pereira (União-Brasil), que é o autor da Lei 1998/2019 que versa sobre à doação de órgãos e tecidos na cidade de Cabedelo, salientou a importância de ações como essa.

“Quando apresentei essa Lei em 2019, sabia do imenso desafio. Por isso, procuramos parceiros estratégicos para uma comunicação abrangente. Agradeço ao Sintur-JP por entender que esse é um assunto que precisa estar no dia a dia da sociedade. Porque só quem precisa ou tem um familiar precisando é que sabe o quanto esse tema é fundamental”, afirmou o parlamentar.

Pereira ainda falou sobre a programação das ações do ‘’Setembro Verde’’.

“Estamos realizando rodas de conversas com as igrejas e as escolas do nosso município, também estamos em constante contato com setores da saúde e realizando panfletagem com informações sobre esse tema. É importante que as pessoas conversem sobre esse tema, exponham as suas opiniões”, disse Pereira.

SESSÃO ESPECIAL

No próximo dia 26 de setembro será realizada, às 19h, uma Sessão Especial com a presença de autoridades, médicos, transplantados e pessoas que ainda aguardam por um órgão.

TRANSPLANTES NA PARAÍBA

Em 2023, já foram realizados 163 transplantes de órgãos e tecidos, na Paraíba. Mas ainda há uma longa fila, quase 500 paraibanos esperam por um órgão. Destes 500, quatro estão atualmente à espera de um coração, 15 por um fígado, 166 por um rim e 301 pessoas por uma córnea.

SOBRE A DOAÇÃO

Um doador vivo pode doar um dos rins, parte do fígado, parte da medula ou parte dos pulmões. Doadores não vivos, são pacientes assistidos em UTI com quadro de morte encefálica, ou seja, morte das células do Sistema Nervoso Central, que determina a interrupção da irrigação sanguínea ao cérebro, incompatível com a vida, irreversível e definitiva.

Um doador não vivo pode doar: órgãos: rins, coração, pulmão, pâncreas, fígado e intestino; tecidos: córneas, válvulas, ossos, músculos, tendões, pele, cartilagem, medula óssea, sangue do cordão umbilical, veias e artérias.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

f6e0316c-7fcf-455c-97a6-45997afb091b

Relatório de Efraim à PEC que criminaliza o porte de drogas é aprovado no Senado

camaradiasdavila

Vereadores de município baiano aprovam reajuste de R$ 0,46 para professores

chuvasjp (2)

João Pessoa tem média de 29 mm de chuvas em 24 horas, mas sem ocorrências graves

alpbabre (1)

ALPB garante acompanhantes para mulheres em procedimentos médicos com sedação

odonecico

Sancionada Lei que proíbe fogos de artifício com estampido em João Pessoa

1713220734661dac7e30ef1_1713220734_3x2_lg

Unimed manda cancelar plano de saúde de idosa de 102 anos

alph-ufpb (1)

Caso Alph: Ex-namorada é julgada pela morte de estudante da UFPB

Unimed JP 1

Unimed JP abre seleção para médicos atuarem em unidade de serviço domiciliar

Gervásio Maia, deputadoo

Projeto de Gervásio quer garantir fornecimento gratuito de repelentes para inscritos no CadÚnico

Vitor Hugo e Wallber Virgolino

Vitor Hugo diz que se Wallber entrar em bairro de Cabedelo será metralhado; deputado reage