Sindipetro quer mais distribuidoras para que redução do preço da gasolina chegue ao consumidor

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), Omar Hamad Filho, cobrou nesta sexta-feira (4) a implantação de mais distribuidoras para que o preço da gasolina seja reduzido para os consumidores, de fato, nos postos de combustíveis da Paraíba.

Segundo ele, a quantidade de postos existentes no estado torna o mercado altamente competitivo, mas isso esbarra na quantidade de distribuidoras.

“O modo mais saudável é a livre concorrência. Agora, a gente tem uma conta de 42 mil postos disputando o mercado, mas só temos 3 distribuidoras que operam com quase 80% do mercado. O que dificulta é isso, não é a questão dos postos, que são altamente competitivos”, disse o presidente do Sindipetro.

Como todos os brasileiros, ele disse que torce para que ocorra a estabilidade nos preços. “Queremos que o negócio melhore e dê uma estabilidade nos preços e, com uma política séria, junto à Petrobras, que o preço dos combustíveis se torne melhor para o consumidor. É o que toda a categoria de revendedor aguarda e espera”, frisou Omar Hamad.

Comentários