Sindicato denuncia atraso de pagamento e médicos paralisam atividades em Bayeux

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Os Sindicato dos Médicos da Paraíba anunciou uma paralisação dos profissionais que atendem na rede municipal de Bayeux. O motivo alegado pelo sindicato é a precarização das condições de trabalho e, entre elas, está o atraso salarial. O presidente do Simed, Tarcísio Campos, disse que foi tentado o diálogo, mas a gestão municipal não atendeu aos pedidos de negociação.

A secretária de Saúde de Bayeux, Tatiana Lúcia, negou que haja paralisação. Segundo ela, os serviços estão funcionando de acordo com o esperado para um dia de ponto facultativo.

Já Tarcísio Campos, presidente do Sindicato dos Médicos da Paraíba, afirma que cerca de 120 médicos que atuam na saúde de Bayeux não têm contrato com a prefeitura e nem foram admitidos por concurso público. Os profissionais pedem que a situação seja regularizada e que os direitos trabalhistas sejam cumpridos.

Uma assembleia dos médicos de Bayeux deve acontecer na noite de quarta-feira (14) e se os pagamentos forem regularizados, o trabalho deve voltar ao normal.

O Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) foi informado sobre a situação e concordou com as reclamações dos médicos, acrescentando estar ciente de todos os problemas, que foram relatados em assembleia geral realizada no dia 31 de janeiro.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

Anteriores

jucelio

MAIS LIDAS