Sindicato acusa grandes hotéis de prejudicar trabalhadores

Dois dos mais tradicionais empreendimentos hoteleiros de João Pessoa, o Hotel Tambaú e o Ouro Branco Praia Hotel, ambos localizados na orla marítima da Capital, insistem em prejudicar seus empregados. A denúncia é do Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares do Estado da Paraíba (SindHotel), que promete solicitar mais vigilância à Delegacia Regional do Trabalho na Paraíba (DRT-PB).

No caso do Hotel Tambaú, a direção da empresa vem atrasando os salários dos empregados. O pagamento relativo ao mês de maio, por exemplo, só foi pago a metade dos salários na última sexta-feira, dia 5. Com a intervenção da diretoria do SindHotel, a direção do Tambaú prometeu efetuar o pagamento restante nesta quarta-feira, dia 10.

“Não dá para entender, como uma empresa consolidada, com mais de 30 anos de existência, comete esse tipo de coisa”, lamenta o presidente do SindHotel, Geraldo Lima, acrescentando: “E não tem nenhuma justificativa para isso, nem a crise. Pois todos os índices apontam um crescimento no setor. Há registros de um crescimento nas ocupações dos hotéis pessoenses de 20% a mais em comparação ao mesmo período do ano passado”.

Em relação ao Hotel Ouro Branco, o SindHotel destaca a recente conciliação trabalhista com valores que chegam a R$ 400 mil, que envolveu 18 ex-trabalhadores da empresa. O fato, acordado no Tribunal Regional do Trabalho paraibano (TRT-PB), estaria sendo considerado “o maior processo de uma empresa privada finalizado na edição do Projeto Conciliar, deste ano”.

“Qualquer acordo efetuado na Justiça nesta altura do processo, os trabalhadores saem prejudicados”, destaca Geraldo Lima, explicando que a fase conciliatória já havia passado, há anos, e, na prática e para se fazer justiça, o TRT deveria era ter executado o hotel. “O tempo e a demora neste caso favoreceram aos patrões e prejudicaram os trabalhadores”.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.