Sessão especial discutirá a redução do aumento da energia

O último aumento de energia na Paraíba gerou polêmica e insatisfação entre todos os seguimentos da sociedade. O acréscimo de 15,77% nas contas tornaria a energia do estado a sétima mais cara do país e a terceira do Nordeste, sendo também o maior já concedido pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
 
O deputado Rodrigo Soares (PT) vê esse aumento como sendo abusivo e defende a redução da tarifa e por isto está convocando uma sessão especial com o objetivo de discutir a revisão tarifária da energia elétrica proposta pela Aneel. A sessão será na próxima segunda-feira (16) às 14h no auditório “João Eudes”, na Assembléia Legislativa (AL).
 
De acordo com o deputado, a questão precisa ser debatida com a sociedade porque as tarifas praticadas pela Energisa tem sido objeto de críticas e queixas. Os municípios, por sua vez, se prejudicaram em suas arrecadações e sentiram os reflexos no comércio e na indústria.  “Nós vamos tentar reduzir ao máximo possível esse aumento, pois como representante da sociedade não posso permitir que população sofra com um acréscimo desse porte em suas despesas” destacou o deputado.
 
O Superintendente da Aneel, Davi Antunes Lima, já confirmou a presença e o convite se estende para Consulta Popular, Sindeletric (Sindicato dos trabalhadores em eletrificação da Paraíba), Fiep (Federação das Indústrias do Estado da Paraíba), Fecomércio (Federação do Comercio do estado da Paraíba), entre outros e toda a sociedade civil para discutir a revisão tarifaria de forma democrática.
 
A proposta da revisão tarifaria foi aprovada em junho pela Aneel, que de acordo com a Lei nº 8.987/1995, propôs uma redução de 15,77%  para 12,31% , o que representa 3,46%,  para os consumidores residenciais dos 216 municípios paraibanos atendidos pela Energisa. O índice definitivo de aumento entrará em vigor no dia 28 de agosto. Além da Paraíba o estado de Alagoas também pediu a revisão.
 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.