Sérgio desqualifica oposição e diz que Dinho não pode enquadra-lo

Cláudia Carvalho

Irritado, o vereador Sérgio da SAC ocupou hoje de manhã a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa para reclamar das declarações feitas pelo presidente municipal de seu partido, Valdir Dowsley, o Dinho, sobre sua postura. Em seu discurso, sobraram farpas também para o bloco que faz oposição ao prefeito da capital. Para Sérgio, os oposicionistas não agem: "É preciso que a oposição assuma seu papel. A administração de Ricardo Coutinho é tão boa que não tem oposição. Se eu fosse de oposição, eu traria um problema todo dia, mas a oposição ainda não se revelou".

A queixa de Sérgio foi a ameaça de "enquadramento" feita por Dinho por causa da audiência que o vereador vai manter hoje com o governador José Maranhão:

"A partir de amanhã, vou pedir uma reunião urgente de meu partido. Lá, vamos lavar a roupa suja. Dinho puxou o fogo e agora ele vai ter fogo. Dinho precisa se atualizar mais e saber que eu não estou quebrando compromisso. Quem é Dinho para querer me enquadrar? Não estou fugindo à minha responsabilidade. Vou conversar com Maranhão da mesma forma como iria falar com Cássio Cunha Lima se ele fosse o governador. Não sei ficar calado e aceitar certos tipos de coisa", disse Sérgio.

Ele acrescentou ter sido um dos poucos membros do PRP a defender a composição com Ricardo Coutinho na eleição de 2004, quando Dinho e a maioria do partido decidiram pelo apoio ao então candidato a prefeito Ruy Carneiro (PSDB).

"Não preciso de enquadramento, meu querido. Fui seu amigo, mas fiquei triste quando você declarou que queria me enquadrar. Eu avisei antes a você e a Targino que iria conversar com o Governador. Não vai acontecer comigo o que aconteceu em Campina Grande", acrescentou Sérgio, referindo-se a Dinho e lembrando a decisão do PRP campinense que fez Alcides da Weider recuar de seu anúncio de apoio ao prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.