Sérgio da SAC promete acionar Maria da Luz: “Ela enlouqueceu”

O vereador Sérgio da SAC (PRP) se insurgiu hoje de manhã contra a atitude da executiva estadual de seu partido que resolveu destituir os presidentes de 12 diretórios municipais da Paraíba, dentre os quais o da capital, comandado pelo suplente de vereador Valdir José Dowsley, mais conhecido como Dinho. O foco da irritação de Sérgio foi a presidente do PRP da Paraíba, Maria da Luz, a quem ele prometeu acionar na Justiça ainda hoje por causa da denúncia feita por Dinho segundo a qual os depósitos da legenda foram feitos na conta da filha da dirigente.

– Isso é grave. É um caso de polícia mesmo. Vou conversar com meu departamento jurídico. Ela puniu Dinho porque ele não expulsou a mim e ao vereador Felipe Leitão. Nós estamos com o governador José Maranhão e, atualmente, todos os partidos estão rachados. No PSB mesmo, o prefeito de Cajazeiras vota em José Maranhão. Mas, só o PRP quer marchar na tapa. Vou dar entrada em uma ação no TRE cobrando esclarecimentos sobre as contas do PRP. Nosso partido perdeu muita força. Ela poderia ter deixado os filiados livres. São três ações contra a presidente para ela dizer porque o dinheiro foi parar na conta da filha dela.

Sérgio acrescentou que o entendimento do colega Felipe Leitão (PRP) é o mesmo que ele.

– Já conversei com ele. O que a presidente está fazendo é nos dar a carta de alforria. Ela quer nos expulsar sem qualquer justificativa. Nós somos vereadores eleitos pelo povo de João Pessoa e não é justo quem não ter voto querer mandar. Deram superpoderes aos presidentes de partido. Eles enlouqueceram querendo cassar vereadores e deputados e ainda dizem que vereador não tem mandato, que o mandato é do partido. Agora, me diga o que foi que o PRP fez para eleger Sérgio da SAC? – indagou.

As declarações do vereador Sérgio da SAC foram dadas em entrevista ao jornalista Edmilson Lucena no Jornal da Câmara de hoje.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.