Senador faz homenagem a comerciários e defende alteração em feriados

O senador Roberto Cavalcanti (PRB) homenageou hoje os comerciários no Senado Federal. A categoria, que comemorou a data na segunda-feira 19, é um dos segmentos alvos de Projeto de Lei do Senado (PLS nº 226/2009), de autoria de Cavalcanti, que propõe alterações no calendário de feriados do País.
 
O projeto está tramitando na Comissão de Educação, a espera de parecer do relator Inácio Arruda.
 
No plenário do Senado, ele reiterou pedido pela aprovação do projeto. E revelou dados que reforçam a necessidade de mudanças no calendário.
 
“As perdas por dias imprensados por feriados que caem no meio da semana foram de R$ 11,6 bilhões em 2008 e serão de R$ 12,9 bilhões este ano”, ilustrou o senador, que acrescentou: “Em 20 anos, o Brasil perderá o equivalente a um PIB por causa dos excessos de feriados”.
 
Cavalcanti faz a ressalva de que o PLS não mudará datas consideradas emblemáticas.
 
“Não podemos alterar um 7 de setembro, 25 de dezembro ou 1º de maio”, ponderou. Mas insistiu que, em relação a datas flexíveis, é necessário o deslocamento para o início da semana.
 
“Desta forma, não comprometemos a produtividade do restante da semana”, frisou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.