Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Senado gastou R$ 25 mil para Efraim ir à Espanha assinar acordo sem efeito

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Senado gastou pelo menos R$ 24,7 mil para assinar um protocolo de intenções com a Universidade de Salamanca, na Espanha, que até agora não resultou em nenhuma medida prática. O dinheiro foi usado para pagar passagens aéreas e diárias do senador Efraim Morais (DEM-PB) e dos então diretores Denise Zoghbi (Instituto Legislativo Brasileiro) e Agaciel Maia (Diretoria Geral).

A viagem ocorreu em outubro de 2007. A Folha teve acesso a um relatório que mostra que Denise e Agaciel receberam, respectivamente, R$ 7.032,96 e R$ 6.914,88 apenas para o pagamento de diárias. Atualmente, uma passagem de ida e volta para a Espanha custa cerca de R$ 2.200.

Apesar de seu nome não constar no relatório, o senador Efraim afirmou que também foi à Salamanca. Ele disse ter recebido cinco diárias inteiras e duas meias diárias referentes aos dias de embarque. "Acho que recebi uns R$ 4.200."

Em outubro de 2007, Efraim ocupava o posto de primeiro-secretário do Senado. "Fomos assinar um protocolo de intenções", disse. "Depois, em julho de 2008, o reitor José Alonso Pena esteve em Brasília para firmar um convênio."

O objeto do acordo é descrito como "estabelecer vínculos de colaboração com o objetivo de promover o fortalecimento da capacitação e especialização de profissionais ibero-americanos, mediante a realização conjunta de atividades formativas, inspiradas sob critérios de excelência acadêmica."

O atual diretor-executivo do Instituto Legislativo, Carlos Roberto Stuckert, informou que não encontrou nenhum registro de curso coletivo realizado em parceria com a instituição. "Até agora não houve nenhuma ação ainda", disse o diretor empossado em março.

O relatório sobre a viagem de Denise e Agaciel foi produzido por técnicos da Secretaria do Controle Interno do Senado em fevereiro de 2008. Cada viagem paga pela Casa é arquivada com um número de processo e a análise é feita por amostragem. Como o caso da viagem de Efraim não foi analisado, o total de diárias pagas a ele não consta no relatório.

Segundo o documento, Agaciel esteve a serviço do Senado por dez dias. Denise, mulher do ex-diretor João Carlos Zoghbi (Recursos Humanos), recebeu por nove dias de trabalho. Ela deixou a diretoria do ILB após a proibição do nepotismo no serviço público. Conforme o documento, nenhum dos dois apresentou os cartões de embarque, o que torna impossível comprovar se o uso das diárias foi feito de forma correta.

Para o TCU, é obrigatória a apresentação dos cartões de embarque de quem viaja com despesas pagas pela administração pública. Denise e Agaciel não foram localizados.

A Folha solicitou à Diretoria Geral e ao primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM), o acesso aos dados do processo em que constam as informações sobre as viagens dos ex-diretores, mas não obteve êxito.

Folha Online

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

5g1

Anatel libera ativação de internet 5G para novos municípios da Paraíba

saloario50ab

João Azevêdo anuncia pagamento da primeira parcela do 13º e o salário de maio

joaobelga

Paraíba terá Centro de Distribuição e fábrica de esquadrias de PVC de empresa da Bélgica

Artêmio Picanço, advogado

Advogado considera “surreal” decisão da Justiça da Argentina pela prisão domiciliar de Antônio Neto; veja

Igreja Matriz de Monteiro

Polícia procura mulher suspeita de furtar dinheiro de ofertas da Igreja Matriz, de Monteiro

PF Operação Rescue

Operação da PF prende homem por armazenar imagens de abuso sexual de crianças

Concurso, freepik 1

MP recomenda retificação de edital do concurso para Guarda Civil de Santa Rita

PF operação Pombo, Objetos encontrados em casa de funcionários dos correios

PF investiga desvio de encomendas dos Correios e apreende objetos em casa de servidor

João Pessoa linda demais, secom pb

João Pessoa é destaque entre os Top 10 Destinos de Viagem para o mês de julho

Fábio Andrade, procurador-geral do Estado

Estado aprova lista de acordos diretos de precatórios com 593 propostas e R$ 78 milhões