Semam explica alteração de prazos para readequação de elefanta

Devido à necessidade de readequações para melhor ambientação da elefanta Lady, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) tem alterado o planejamento dos prazos, para conclusão do espaço definitivo que abrigará a elefanta Lady no Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica. O recinto está sendo construído próximo ao Lago das Três Fontes.
 
Enquanto o espaço definitivo não é entregue, o animal passa por um período de adaptação, em um ambiente provisório, onde é diariamente assistido por médicos veterinários e equipe técnica da Semam.
 
A administração do Parque tranquiliza a população de que Lady ficará definitivamente em João Pessoa, onde já foi acolhida pelos pessoenses, e esclarece que, para a segurança dos visitantes do Parque, a elefanta ainda não está exposta à visitação pública até a conclusão de sua “moradia” definitiva.
 
O secretário de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Edilton Rodrigues, explicou que os prazos estão sendo alterados para seguir as orientações da ONG norte-americana ‘Global Sanctuary for Elephants’.
 
“A ONG nos procurou e fez sugestões para oferecer o que há de melhor para Lady. As orientações, que acatamos, foram determinantes para que o projeto passasse por readequações e por isso mudamos os prazos”, explicou.
 
O espaço destinado a Lady segue em processo de construção, obedecendo todas as leis ambientais. O local contará com áreas para banhos de sol, sombra, ponto de fuga e ainda obstáculos, como troncos de madeira, para que ela possa se exercitar. O ambiente terá também um lago para banho e ambiente para cambiamento, onde o animal é colocado para que os tratadores façam a limpeza do recinto e realize os cuidados veterinários.
 
Desde que chegou a Bica, o animal já aumentou 500 quilos com a dieta fornecida pelo Parque. Lady recebe diariamente uma alimentação balanceada por nutricionistas, distribuída em cinco refeições diárias, com cerca de 160 quilos de comida. São três refeições a base de frutas e duas refeições de capim. Além isso, três vezes por semana é ofertada uma ração concentrada de farelo de trigo e sal mineral. O animal também ingere água em grande quantidade.
 
Segundo o médico veterinário Thiago Nery, chefe da Divisão de Zoológico do Parque, “essa complementação dá suporte nutritivo, para que o animal atinja uma dieta balanceada”, explicou.
 
Quando chegou ao Parque, a equipe de médicos veterinários detectou um problema oftalmológico na elefanta provocado pelo excesso de flashes, da época em que ela estava no Circo. Lady foi medicada e sua patologia visual vem sendo tratada por um especialista.
 
Para o diretor do Parque, Jair Camilo, “as adaptações são feitas gradativamente. Primeiro reforçamos o aspecto nutricional de Lady, enquanto uma equipe de médicos veterinários fez um check-up de suas condições de saúde”, afirmou.
 
Para Jair Camilo, a exposição de Lady, após a conclusão do recinto, atrairá em breve muitos visitantes novos ao parque.
 
“Estamos trabalhando para que os visitantes da Bica possam apreciar Lady, sem interferir na  qualidade de vida. O recinto que vai receber a elefanta foi projetado para que as pessoas possam admirá-la, sempre preservando uma distância que ofereça segurança, tanto para os visitantes quanto para Lady”, complementou o diretor do Parque.
 
O local que a PMJP está finalizando para a elefanta tem sido aprovado por estudiosos e profissionais da área ambiental.
 
O superintendente do Ibama na Paraíba, Ediberto Farias de Novaes, visitou as obras na Bica e afirma que está adequado às normas ambientais. “Estamos confiantes que o espaço construído será a melhor opção para Lady”, garante.
 
Para o professor do curso de Biologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Douglas Zeppelini, a mudança de Lady para o espaço construído pela PMJP garantirá mais qualidade de vida para a elefanta. “Pude ver a área que está em construção e é um espaço muito bom. Esse animal foi retirado de um cativeiro e a área que atualmente está em nada lembra a antiga moradia”.
 
A bióloga Rita Mascarenhas, da Associação Guajiru, visitou as futuras instalações da elefanta Lady e endossou os elogios para o local. “Nós estamos monitorando o tratamento que a elefanta tem recebido e sabemos que ela recebe alimentação e cuidados adequados. Também verifiquei o novo local e ele é totalmente adequado às necessidades do animal”, disse.
 
A elefanta
 
Depois de 40 anos como principal atração no Circo Europeu Internacional, a elefanta Lady, nascida em cativeiro, passou a habitar o Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) em João Pessoa. A elefanta já passou pelos circos Beto Carrero, Garcia, Circo Moscou e por último o Circo Europeu Internacional. Ela foi treinada em indiano e em inglês, tem temperamento dócil e não participa mais de apresentações circenses.
 
Convivendo com o animal há mais de 38 anos, e educador de Lady, conhecido como China,  disse estar seguro que ela viverá muitos anos com a melhor qualidade de vida possível em João Pessoa. A expectativa de vida de um elefante varia de 80 a 100 anos. Lady está atualmente com 40 anos.
 
Na Bica quem faz o acompanhamento diário de Lady é o funcionário Gustavo Vilar, que foi apresentado ao animal ainda no circo para que se adaptasse mais facilmente à nova vida.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.