Secretário exonera diretora do Hospital Regional de Patos

O secretário de Estado da Saúde do Estado, Waldson Dias de Souza, anunciou hoje o novo diretor do Hospital Deputado Janduhy Carneiro. O médico Adilson Albuquerque, responsável pela direção técnica, agora assume também a direção geral, em substituição a Sílvia Ximenes, medida publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, 8. A mudança acontece dias depois da chegada do secretário ao município para verificar irregularidades denunciadas pelo Conselho Regional de Medicina (CRM). Waldson, inclusive, confirmou ter, ele próprio, determinado a alta a vários pacientes que, segundo o secretário, não precisariam estar internados naquela unidade.
 
Waldson destacou que a regra seguida pelo Estado é de avaliar todas as direções, coordenações, desempenho técnico e promover mudanças onde for preciso. Além da direção geral, coordenadorias podem sofrer mudanças. “Estamos analisando todas as áreas, desempenho de cada setor e aonde for preciso mexeremos sem a menor distinção. Não há a menor possibilidade de manter alguém sem desempenho técnico adequado”, explicou Waldson.
 
O novo diretor geral, Adilson Albuquerque, tem a missão de promover o perfil adequado do serviço de urgência e emergência, voltado para os setores traumatológico e ortopedia, que são a grande porta de entrada do Regional. O secretário enfatizou que a direção do Hospital junto à 6ª gerência de saúde, vai fazer uma nova discussão com os municípios da regional Patos para ampliar a articulação e discutir a forma mais viável de acesso da população aos serviços hospitalares.
 
Ao longo dos próximos dias a Secretaria de Estado da Saúde estará mais presente na construção de um planejamento para o Hospital de Patos. Hoje pela manhã Waldson de Souza manteve reunião com equipe técnica, com o novo diretor hospitalar e o gerente regional, José Leudo Farias, detalhando as mudanças necessárias para o Janduhy Carneiro. 
 
Atualmente, o hospital atende pacientes de aproximadamente 90 municípios, inclusive dos estados vizinhos Rio Grande do Norte e Pernambuco.
 
“Os municípios precisam se adaptar aos serviços disponibilizados pelo Regional de Patos, referência em urgência e emergência, que não pode atender a atenção básica. O Janduhy Carneiro tem uma regra e acolherá todos os usuários, que passarão por classificação de risco e serão encaminhados para o serviço devido”, comentou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.