Secretário entrega dossiê e quer investigação a pousadas do centro da capital

O secretário de Turismo de João Pessoa, Elzário Júnior, entregou esta semana ao Ministério Público Estadual um dossiê contendo informações detalhadas sobre 35 pousadas existentes no Centro de João Pessoa. Ele explicou ao Parlamentopb que sua preocupação se deve às denúncias de que haveria um esquema de exploração sexual de adolescentes sendo acobertado nestes estabelecimentos:

"Entregamos ao promotor Glauberto Bezerra esse levantamento, com endereço e até fotos das pousadas, porque acreditamos que o assunto mereça uma investigação e atenção especial", disse Elzário, explicando que há distorções explícitas no serviço prestado pelas pousadas.

Um dos motivos da investigação é o fato de as pousadas do Centro de João Pessoa não cumprirem as regras de hospedagem e, portanto, não têm diárias e nem oferecem café da manhã: "Nós sabemos que muitas delas usam o nome pousada apenas como fachada, mas, na verdade, são motéis. Ocorre, contudo, que moteis não podem funcionar dentro das cidades, apenas são permitidos nas BRs".

Finalmente, o secretário alertou que os atendentes destas pousadas da região Central não obedecem, normalmente, as orientações divulgadas pelo Ministério Público do Trabalho e permitem que clientes se hospedem junto com adolescentes, geralmente remunerados para programas sexuais.

"Nossa preocupação é voltada para as pousadas do Centro e também para o horário da madrugada nos demais estabelecimentos porque sabemos que há um esquema envolvendo os recepcionistas e também os taxistas para facilitar a ação de pedófilos, que contratam os serviços de adolescentes para a prática de sexo em pousadas e hotéis da capital paraibana. Isso precisa ser investigado e punido", disse Elzário Júnior.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.